Grace Autosport: a primeira equipe da fórmula Indy composta só por mulheres

Sim, elas estão fazendo história no esporte. Aqui, a gente revela quem são essas mulheres cheias de #atitudeboaforma

Por Redação Boa Forma Atualizado em 28 out 2016, 04h14 - Publicado em 15 jun 2016, 14h07

A piloto inglesa Katherine Legge não só garantiu a sua vaga na famosa competição Indianapolis 500 como também está revolucionando o mercado automobilístico. Isso porque ela vai competir pela Grace Autosport, a primeira equipe só de mulheres na história da Fórmula Indy. A chefe da equipe Beth Paretta, disse em comunicado à imprensa que o time pretende encorajar uma nova geração de mulheres a seguirem carreiras em ciência, tecnologia, engenharia e matemática, mas acrescentou que elas estão na competição para ganhar e que a meta é, dentro de dez anos, que a equipe tenha o rosto de uma de suas integrantes no Troféu Borg Warner.

Mas, essa não é a primeira vez que Katherine quebra barreiras. Ela é uma das nove mulheres que começaram a Indianapolis 500 e já ganhou três vezes. “Nós queremos chamar a atenção do mundo e mostrar que estamos juntas por um objetivo bem positivo”, contou ao jornal USA Today Sports.

Atualmente, a equipe está concebendo um projeto que, segundo Katherine , é algo grande. “O fato de a equipe ser liderada por mulheres em muitos dos papéis fundamentais mostra que tem lugar para todo mundo no automobilismo. As jovens devem se sentir inspiradas a procurar oportunidades como essa. A equipa demonstra novamente que o sexo não tem que ser uma barreira em relação ao sucesso”, comemorou Michele Mouton, presidente da Comissão feminina de automobilismo. Parabéns, meninas! Já estamos na torcida.

Publicidade