Deixar de comer fast-food pode causar crise de abstinência, indica estudo

Efeitos são semelhantes aos sentidos por usuários de drogas, pois agem na mesma área do cérebro

Por Thais Varela Atualizado em 31 out 2018, 19h29 - Publicado em 25 out 2018, 15h25

Comer fast-food pode ser um hábito difícil de abandonar. Um estudo recente feito por pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, indica que essa dificuldade na hora de banir a comida processada pode não ser apenas uma mera impressão. Segundo a pesquisa, cortar esses alimentos pode causar às pessoas que os consomem em excesso sintomas semelhantes aos de abstinência de drogas.

Pexels/Pexels

A equipe de pesquisadores analisou as respostas físicas e psicológicas de 231 pacientes que eliminaram junk food de suas dietas durante o último ano. Os participantes sentiram desconfortos similares aos de pessoas que param de consumir substâncias químicas, como tristeza, cansaço e irritabilidade em excesso.

De acordo com o estudo, a sensação de abstinência é mais relevante entre o segundo e quinto dia após a alteração na dieta e, com o passar da semana, diminui. Porém, nem todas as pessoas que fizeram parte da pesquisa obtiveram sucesso e algumas delas voltaram a ingerir comidas processadas após alguns dias de tentativas.

  • A pesquisa é uma das primeiras do segmento a analisar o comportamento de pacientes que eliminaram o fast-food da alimentação e, de acordo com a entrevista da líder do estudo e psicóloga Erica Schulte ao site Healthline, ainda há muito espaço para trabalhar informações complementares. Para a psicóloga, o próximo passo seria analisar diariamente as atividades e os sentimentos gerados pela mudança na dieta.

    De forma geral, as comidas processadas possuem componentes como açúcares e gorduras, que acionam o centro de recompensa do cérebro, liberando o hormônio dopamina. Essa substância gera a sensação de bem-estar imediato e pode criar uma necessidade de querer cada vez mais esse sentimento agradável, levando, consequentemente, a um aumento no consumo desse tipo de comida.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade