Ministério da Saúde libera vacina do HPV a pessoas de até 26 anos

Homens e mulheres entre 15 e 26 anos poderão se vacinar até acabarem os atuais estoques da rede pública

Nunca se vacinou contra o HPV? Se você tem até 26 anos de idade, esta é sua chance de se proteger do papilomavírus humano, principal causador de câncer de colo de útero: o Ministério da Saúde anunciou, nesta sexta-feira (18), que homens e mulheres entre 15 e 26 anos poderão tomar a vacina pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, apenas meninos de 11 a 13 anos e meninas de 9 a 14 estão aptos a receber gratuitamente o medicamento.

Leia mais: Uma cirurgia menos radical contra o câncer de colo de útero

Mas corra: a extensão vai valer apenas até acabarem as vacinas que estão atualmente em estoque, que vencem em setembro de 2017. Depois que as reservas chegarem ao fim, a orientação do ministério é que a proteção volte a se concentrar no público mais jovem.

Segundo Ricardo Barros, ministro da Saúde, o objetivo é evitar o desperdício de doses. “Temos realizado, anualmente, campanhas de divulgação na mídia sobre a importância da vacina HPV e vários materiais educativos foram elaborados com esse objetivo. Apesar de todos esses esforços, no entanto, as coberturas vacinais continuam abaixo da meta preconizada de 80%”, disse.

Esquema vacinal

As pessoas de 15 a 26 anos que se vacinarem devem receber três doses, com intervalos de zero, dois e seis meses entre cada. Quem tomar a primeira dose no período em que ainda houver estoque terá direito às outras duas. Para saber onde você pode se vacinar, consulte a secretaria de saúde do seu município.

Fique por dentro: Atitudes que ajudam a afastar o câncer de mama e outros tumores

A importância da imunização

Para se ver longe do HPV, só usar camisinha não basta: é preciso se vacinar! Além de causar câncer no colo do útero, o papilomavírus também pode gerar lesões na vagina, na vulva, na boca, na garganta…

Entenda: HPV: perigo além do útero

O imunizante ainda não protege de todas as cepas do HPV, é verdade. Mas não caia em mitos – ele é seguro. E convenhamos: é melhor se blindar contra os principais tipos do vírus do que estar sujeita a pegar qualquer um, né? Por isso, fica a dica: procure o posto de saúde mais próximo que ainda tenha estoque e vacine-se enquanto dá tempo!

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo fitness com a newsletter da BOA FORMA

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s