Crises de enxaqueca? Entenda o papel da sua alimentação nessa história

De acordo com a OMS, doença é uma das mais incapacitantes do mundo, e atinge 31 milhões de pessoas no Brasil

Por Giovana Santos Atualizado em 4 fev 2022, 11h22 - Publicado em 10 mar 2022, 10h16

Dor quase incapacitante na cabeça que piora quando você faz movimentos bruscos, enjoos, irritabilidade e sensibilidade à luz, aos sons e aos cheiros. As crises de enxaqueca não são nada fáceis de lidar.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a enxaqueca é uma das doenças mais incapacitantes do mundo. Só no Brasil, 31 milhões de pessoas sofrem com a condição. E para se ter uma ideia, 67% dos pacientes que relatam o problema precisam cancelar compromissos por causa dele.

E o assunto é sério: a enxaqueca aumenta o risco de AVC e infarto — do mesmo modo que a hipertensão, o colesterol alto e o tabagismo. E para a nutricionista funcional integrativa Luanna Caramalac, sua causa pode estar relacionada a uma série de fatores alimentares, como sensibilidades, intolerâncias e desequilíbrio intestinal.

Por isso, é importante adotar medidas que possam evitar as crises. Além de priorizar hábitos saudáveis (prática de exercícios e noites regulares de sono, por exemplo), o paciente pode fazer uso de medicamentos para controlar o quadro bem como aderir a uma alimentação mais saudável — além de fazer testes de intolerância alimentar para descobrir se a causa não é essa.

A nutricionista lista alguns alimentos que podem influenciar nas crises de enxaqueca:

O QUE PIORA A ENXAQUECA

ALIMENTOS PRÓ-INFLAMATÓRIOS

c
Lew Robertson/Getty Images

Leite de origem animal, açúcar, farinha branca, carnes e embutidos (ricos em nitritos e nitratos).

ALIMENTOS COM TIRAMINA

Barra de chocolate amargo em papel alumínio
Thomas Francois/Thinkstock/Getty Images
Continua após a publicidade

Libera em excesso a prostaglandina, lipídio similar a alguns hormônios que é responsável pela sensação de dor. Presente em chocolate, vinho tinto e queijos.

FENÓIS, ALDEÍDOS E SULFATOS

Drinks mais saudáveis
Alex Silve/Pexels

Estreitam os vasos, reduzem os níveis de açúcar no sangue e liberam agentes tóxicos. Estão presentes nas bebidas alcoólicas, principalmente em destilados.

FALTA DE ÁGUA

A água hidrata e revigora o corpo como um tudo, e a falta dela (desidratação) pode causar dores de cabeça, um sinal do corpo pedindo socorro!

DISBIOSE INTESTINAL

O desequilíbrio das bactérias intestinais geralmente é causado pelo estilo de vida inadequado (sedentarismo, má alimentação, sono irregular). Sempre é válido lembrar que a qualidade de vida começa no intestino.

“Se a rotina for repleta desses alimentos, muito provavelmente eles podem ser a razão de dores frequentes. O importante é mudar hábitos, passar em um especialista e identificar o foco do problema”, conclui a profissional.

Continua após a publicidade

Publicidade