Dicas para controlar o desejo por doce

Como não deixar que esse prazer vire uma compulsão

Por Amanda Ventorin Atualizado em 28 out 2021, 16h19 - Publicado em 6 nov 2021, 14h00

Quem nunca desejou um docinho pós almoço que atire a primeira pedra, mas quando esse desejo se torna uma compulsão que você não consegue ficar sem, pode ser um problema. Para evitar esse circulo vicioso que na hora de escolher o docinho, ela deve ser muito bem pensada. “Os doces não são proibidos, mas devemos fazer boas escolhas, possibilitando escolher um lanche mais saudável e que traga benefícios para a saúde”, explica a nutricionista Carolina Pimentel, membro do Conselho Consultivo de Nutrição da Herbalife Nutrition.

Apesar isso, é importante lembrar que a necessidade de consumir açúcar (carboidratos) também pode ser fisiológica, já que ele é a principal fonte de energia usada pelo corpo, principalmente pelo cérebro, mas que pode ser feita de modo saudável. 

Coma doce na hora certa

Evite consumi-los em jejum. “O melhor momento é sempre depois da refeição. E por estar saciada, provavelmente, você vai comer em menor quantidade”, fala Dra. Carolina.

Faça boas escolhas

Abuse das frutas! Doces feitos a partir delas pode ser delicioso (e nutritivo).  “Doce de banana, compotas ou frutas em calda saciam a vontade por doce e ainda oferecem vitaminas, fibras e outros nutrientes para o organismo”, sugere a nutricionista.

Vale apostar também em doces com castanhas, já que as gorduras boas diminuem a velocidade de absorção do açúcar no sangue. Mas, se você não abre mão de um chocolatinho, prefira aqueles com mais cacau. Ele é rico em antioxidantes, que ajudam a proteger a saúde do coração, além de serem aliados da imunidade e da pele.

Além disso, consumir doce em pequenas quantidades vai ajudar você a matar sua vontade sem colocar sua dieta em risco. E afasta a fissura e as chances de uma compulsão. 

Aposte no triptofano

Alimentos ricos nessa substância ajudam no bem-estar e na melhora do humor, uma vez que agem na produção de serotonina. “Eles ajudam a diminuir o estresse e a ansiedade e a controlar a vontade por açúcar”, coloca a nutricionista. Aposte em abacate, banana, queijo, amendoim, castanha-do-Pará e ovo.

Maneire no carboidrato simples

Alimentos ricos em carboidrato simples, como pães e massas, aumentam a glicemia de maneira rápida. Por isso, prefira os carboidratos integrais, que mantêm os níveis de açúcar no sangue equilibrados.

Continua após a publicidade

Publicidade