Os 5 alimentos que mais viciam seu cérebro (chocolate é um deles)

Quer levar uma vida mais saudável? Saiba quais itens são verdadeiras armadilhas para sua dieta

Por Caroline Randmer Atualizado em 8 out 2021, 20h07 - Publicado em 21 nov 2021, 09h00

Não é coisa da sua cabeça. Certos alimentos têm mesmo a capacidade de mexer com seu cérebro a ponto de desencadear um círculo vicioso: quanto mais você come, maior é a vontade que seu corpo tem de consumi-los. “A associação do açúcar refinado à gordura tem um efeito no cérebro semelhante ao da cocaína”, explica Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Assustada com a informação? Confira abaixo os alimentos que foram classificados como os mais viciantes de acordo com um estudo realizado pela Colorado State University, nos Estados Unidos, e não deixe que eles baguncem sua cabeça.

Pizza

Sabe aquelas congeladas que você compra no mercado? Pode esquecer. Abandone as opções superprocessadas e tente apostar em ingredientes naturais para o recheio quando fizer o pedido no restaurante. Melhor ainda: tente preparar sua própria pizza caseira com itens orgânicos. Ótima desculpa para reunir os amigos, não é mesmo?

Chocolate

Se possível, troque a versão ao leite do doce pela amarga. É que a primeira contém muita gordura, o que ativa o sistema de recompensa do cérebro e faz seu corpo pedir sempre mais.

Continua após a publicidade

Salgadinhos

Não é surpresa alguma que eles também entram na categoria dos alimentos processados. Além disso, são, geralmente, aerados, o que faz com que seu estômago precise de uma quantidade muito grande deles para se sentir satisfeito.

Sorvete

A saída para não cair nessa armadilha açucarada e gordurosa? Ficar longe da embalagem tamanho família à venda no mercado. Se bater a vontade de tomar um geladinho, vá a uma sorveteria e peça uma casquinha ou um pote individual. Só evite cobrir seu sabor favorito com farofa ou gotas de chocolate, claro.

Batata frita

“Esse é o alimento mais viciante que existe”, conta o especialista. |Resistir a essa delícia é difícil, mas há uma solução! Passe longe das processadas, que são aquelas vendidas em redes de fast food. Aliás, tente evitar qualquer batata frita que não tenha sido preparada por você. Faça suas próprias em casa e dê preferência ao forno na hora de deixá-las crocantes em vez de usar o óleo.

 

Continua após a publicidade

Publicidade