Conheça a rotina de skincare perfeita para peles negras

Vitamina C, sabonete adstringente e protetor solar: saiba no que apostar para uma pele radiante

Por Amanda Ventorin Atualizado em 20 ago 2021, 14h40 - Publicado em 18 ago 2021, 09h00

Muitos acreditam que a pele negra não precisa de quase nenhum cuidado. Suas características únicas como a alta produção de colágeno e melanina, que as fazem ser mais resistente ao envelhecimento e ao sol fazem com que diversas informações precipitadas e prejudiciais se espalhem (como o questionamento se precisa ou não usar protetor solar). Assim como qualquer outro tipo de pele, ela demanda cuidados específicos para sua saúde.

Marcele Trindade, dermatologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia explica que a pele negra possui o mesmo de melanócitos que a pele branca, porém possui mais melanina que a mesma, e isso confere a ela uma proteção equivalente de FPS 13.4 contra a radiação solar, que causa fotoenvelhecimento, manchas e câncer de pele. A pele negra também possui uma maior quantidade de colágeno em relação a pele branca, que dá elasticidade e resistência a pele. Outra característica são as glândulas sebáceas maiores, tendo uma maior tendência a acne pela produção de sebo na pele negra. Katleen da Cruz Conceição, dermatologista especialista em pele negra e chefe do setor de dermatologia para pele negra do grupo Paula Bellotti compartilha que outras características marcantes da pele negra são a tendência a queloide, dermatose papulosa nigra (múltiplas pápulas pequenas hiperpigmentadas e assintomáticas que se espalham pelo rosto) e hiperpigmentação perioral (pigmentação na pele adjacente aos ângulos da boca geralmente relacionado a mulheres). 

A rotina de skincare

Uma boa rotina de beleza sempre começa pela limpeza: Sabonetes adstringentes são uma boa pedida por conta da pele oleosa, pode-se completar essa limpeza com a água micelar, que tem um pH neutro e por isso não precisa ser retirada. “Pode até mesmo ser utilizada antes do sabonete para remover maquiagem mais pesada, passando o sabonete e ela novamente até o algodão (com qual você aplicou) sair limpinho”, aconselha Marcele. Em seguida, é necessário hidratar a pele (sim! peles oleosas precisam de hidratação!) que deve ser feita com hidratantes matte e com propriedades para controlar a oleosidade.

Para a rotina diurna, Marcele recomenda o uso de vitamina c ou até ácido que não interfira com o sol (como mandélico) e protetor solar. Apesar da pele negra ter uma maior proteção ao sol, produtos de no mínimo 30 FPS são recomendados por profissionais, e não apenas para peles negras, como todas. Deve-ser ser usado diariamente, independente da temperatura (inverno e dias nublados ou chuvosos inclusos) e até mesmo em ambiente interno. “Apesar de ter uma menor incidência em negros de câncer de pele, negros também tem câncer de pele”, além de evitar manchas.

Para rotina noturna, deve-se repetir a limpeza com água micelar e sabonete para peles oleosas e o hidratante – adicionando então o creme anti-idade. “Vale lembrar que em um apele oleosa todos os produtos a serem utilizados são de toque seco, de veículo leve como sérum, espuma. Nada muito pesado ou cremoso para não aumentar a oleosidade da pele”, finaliza Marcele. Katleen reforça que o ideal, apesar disso, é sempre consultar um dermatologista especialista.

Erros ao cuidar da pele? Nunca mais!

“As mulheres amam skincare, adoram produtos de beleza mas infelizmente ainda seguem conselhos que não são de profissionais capacitados para isso. Elas não consultam dermatos e acabam consultando o google, as blogueiras e ai acabam comprando produtos que não são para seu tipo de pele”, desabafa Marcele.  Além disso, o uso de filtro solar regulado também é algo para se deixar para trás – se a profissional pudesse escolher um erro a ser excluído, esse seria o primordial.

Katleen da Cruz também explica que todos os produtos podem ser utilizados pela pele negra, desde que seja indicação e haja acompanhamento profissional. Porém ácidos que promovem uniformidade da pele, melhora da textura e poros, se utilizados sem orientação médica, podem queimar e irritar a pele, piorando-a. 

Continua após a publicidade
Publicidade