Esfoliar o couro cabeludo: por que vale a pena adotar esse hábito

Principalmente nos casos de dermatite aguda ou oleosidade excessiva

Por Camila Neves (colaboradora) - Atualizado em 17 fev 2020, 14h58 - Publicado em 30 nov 2017, 18h26

Para repetir como mantra: couro cabeludo saudável produz cabelo saudável. Quem tem conhecimento dessa verdade absoluta não pisa na bola e dá atenção constante ao responsável em dar vida aos fios. Sabendo disso, a cabeleireira americana Christina Kreitel (@christinakreitel) chocou a internet ao divulgar em seu Instagram um processo de esfoliação profunda – foram quase 8,5 milhões de visualizações! –, no qual demonstra o passo a passo da técnica que aplica em suas clientes:

https://www.instagram.com/p/BZSEQSsBVTa/?taken-by=christinakreitel

PASSO 1

Retirar todas as células mortas do couro cabeludo seco, usando uma escovinha específica, com cerdas de javali, muito mais macia que um pente.

Leia mais: Descubra qual tipo de franja combina com seu formato de rosto

PASSO 2

Usar um produto específico para um detox no couro cabeludo e use a escova novamente.

PASSO 3

Massagear por dez minutos (melhor parte!)

Continua após a publicidade

PASSO 4

Lavar e secar.

Apesar de agressivo, o procedimento surte efeitos animadores para quem busca uma cabeleira estonteante. “Acredito muito na esfoliação regular, mas sempre com cuidado, de forma delicada, já que o couro cabeludo é extremamente sensível”, alerta a expert Cris Dios, do Laces and Hair, salão paulistano especializado no assunto há mais de 30 anos. Além de remover bactérias e excesso de sebo, o peeling provoca o aumento da circulação sanguínea, estimulando o crescimento do cabelo.

Veja também: Você também vai querer a franja cortininha, sensação no Pinterest

Antes de fechar o pacote completo no seu salão de confiança, porém, consulte um dermatologista – doenças como a psoríase pioram quando o couro cabeludo é esfregado vigorosamente. “Muita força promove efeito rebote, pois agride e irrita a região”, conta Cris. O resultado? Ainda mais descamação. Outras complicações como dermatite e excesso de oleosidade são beneficiadas com a limpeza profunda do couro cabeludo.

Ficou impressionada com as cenas do vídeo? “Trata-se de um couro cabeludo em desequilíbrio, com bastante dermatite, resultado de oleosidade excessiva ou excesso de residual de produtos. Por isso percebemos tanta sujeira saindo”, explica Cris Dios. “Nesses casos, a indicação é esfoliação semanal”, diz ela. Se o seu é nomal, pode ser esfoliado a cada 15 dias. Seu cabelo agradece!

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade