Esfoliar o couro cabeludo: por que vale a pena adotar esse hábito

Principalmente nos casos de dermatite aguda ou oleosidade excessiva

Por Camila Neves (colaboradora) Atualizado em 17 fev 2020, 14h58 - Publicado em 30 nov 2017, 18h26

Para repetir como mantra: couro cabeludo saudável produz cabelo saudável. Quem tem conhecimento dessa verdade absoluta não pisa na bola e dá atenção constante ao responsável em dar vida aos fios. Sabendo disso, a cabeleireira americana Christina Kreitel (@christinakreitel) chocou a internet ao divulgar em seu Instagram um processo de esfoliação profunda – foram quase 8,5 milhões de visualizações! –, no qual demonstra o passo a passo da técnica que aplica em suas clientes:

View this post on Instagram

It's the season for scalp treatments!!! I don't think people understand how important it is to exfoliate your scalp when the season changes! Fresh scalps make for fresh healthy hair! Just because you don't have dandruff doesn't mean you dont need this 😏 it's as satisfying as watching @drpimplepopper 🤢😍

A post shared by Christina Kreitel (@christinakreitel) on

PASSO 1

Retirar todas as células mortas do couro cabeludo seco, usando uma escovinha específica, com cerdas de javali, muito mais macia que um pente.

Leia mais: Descubra qual tipo de franja combina com seu formato de rosto

PASSO 2

Usar um produto específico para um detox no couro cabeludo e use a escova novamente.

Continua após a publicidade

PASSO 3

Massagear por dez minutos (melhor parte!)

PASSO 4

Lavar e secar.

Apesar de agressivo, o procedimento surte efeitos animadores para quem busca uma cabeleira estonteante. “Acredito muito na esfoliação regular, mas sempre com cuidado, de forma delicada, já que o couro cabeludo é extremamente sensível”, alerta a expert Cris Dios, do Laces and Hair, salão paulistano especializado no assunto há mais de 30 anos. Além de remover bactérias e excesso de sebo, o peeling provoca o aumento da circulação sanguínea, estimulando o crescimento do cabelo.

Veja também: Você também vai querer a franja cortininha, sensação no Pinterest

Antes de fechar o pacote completo no seu salão de confiança, porém, consulte um dermatologista – doenças como a psoríase pioram quando o couro cabeludo é esfregado vigorosamente. “Muita força promove efeito rebote, pois agride e irrita a região”, conta Cris. O resultado? Ainda mais descamação. Outras complicações como dermatite e excesso de oleosidade são beneficiadas com a limpeza profunda do couro cabeludo.

Ficou impressionada com as cenas do vídeo? “Trata-se de um couro cabeludo em desequilíbrio, com bastante dermatite, resultado de oleosidade excessiva ou excesso de residual de produtos. Por isso percebemos tanta sujeira saindo”, explica Cris Dios. “Nesses casos, a indicação é esfoliação semanal”, diz ela. Se o seu é nomal, pode ser esfoliado a cada 15 dias. Seu cabelo agradece!

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

 

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade