Lábios rachados no inverno? Veja aqui o que fazer

Conversamos com uma dermatologista que nos deu cinco dicas de como evitar os lábios rachados no inverno (e no verão também!)

Por Marcela De Mingo Atualizado em 17 jun 2022, 11h56 - Publicado em 23 jun 2022, 08h00

Não é novidade para ninguém que o inverno resseca a pele. E o que dizer dos lábios? É comum eles ficarem rachados, machucados e até mesmo descascarem. Mas, é possível cuidar para que isso não aconteça e evitar os lábios rachados no inverno. Quer saber como? Então, continue lendo. 

POR QUE CUIDAR DOS LÁBIOS? 

Os lábios possuem uma camada de queratina bem mais fina que o resto do rosto sendo muito mais sensíveis que a pele, por isso, devem receber cuidados específicos”, explica a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff. “Se não tivermos atenção, os lábios ficam facilmente ressecados e podem apresentar fissuras.”

A longo prazo, esse ressecamento cria uma deficiência da barreira cutânea da região, uma proteção desenvolvida pelo organismo. Fora que a nossa boca costuma ficar o tempo inteiro exposta ao ambiente, com a incidência da radiação solar, do vento, alimentos de diferentes temperaturas, tabagismo… Ou seja, os lábios sofrem uma agressão contínua, por isso, essa barreira cutânea precisa estar íntegra. Para que isso aconteça, a hidratação é fundamental. 

Segundo a médica, as causas mais comuns de ressecamento dos lábios são a desidratação, o excesso de saliva (para quem tem o costume de passar a língua nos lábios com frequência), o tabagismo e a radiação ultravioleta. 

Com o tempo, a falta de cuidados com a região pode gerar complicações bastante graves, como cânceres do tipo carcinoma espinocelular, muito associado ao tabagismo e à exposição solar desprotegida – duas causas evitáveis. 

COMO EVITAR LÁBIOS RACHADOS? 

Deu para perceber que, assim como cuidar da pele do rosto, cuidar dos lábios também é importante e deve fazer parte da sua rotina de cuidados, certo? Para isso, é importante seguir algumas recomendações. Vamos lá: 

1

Hidratante labial

A hidratação do lábio é tão necessária quanto a hidratação da pele”, diz a médica. “Começando pela hidratação sistêmica (boa ingestão de água diariamente) e pela hidratação local com hidratantes labiais. Esses hidratantes devem ser aplicados sempre que necessário, várias vezes ao dia.”

Ah, e uma dica: batom não é hidratante labial. Apesar de muitos batons contarem com essa função de hidratação, produtos assim são minoria. Além disso, se os  lábios já estiverem ressecados e você aplicar o batom por cima, eles podem ressecar ainda mais ou desenvolver algum tipo de alergia de contato por causa do pigmento. 

Continua após a publicidade

2

Proteção solar

A proteção contra a radiação ultravioleta é indispensável e deve acontecer todos os dias, se houver exposição. Já existem no mercado, hoje, hidratantes labiais com FPS 30, o mínimo necessário para a proteção diária dos lábios, de acordo com a dermatologista. Se estiver na praia ou na piscina, a recomendação é reaplicar o produto a cada 2 horas ou sempre que sair da água. 

3

Evite passar a língua nos lábios

Muitas pessoas têm esse hábito, que é quase inconsciente. Você passa a língua nos lábios quando está pensando, depois de comer, quando está nervoso, até mesmo quando sente que eles estão ressecados. 

“A sensação de alívio e hidratação é momentânea, e, na verdade, a saliva, por ter um pH mais ácido, pode causar ressecamento e até ‘assaduras’ nos lábios. O ideal é ter seu hidratante labial sempre à mão e, quando sentir necessidade, não passar a língua, e, sim, o hidratante”, alerta. 

4

Hidratação antes de dormir

Uma dica interessante é aplicar um hidratante labial sem FPS antes de dormir, inclusive ultrapassando a linha dos lábios e aplicando também na pele logo ao redor da boca. Isso ajuda na prevenção do aparecimento de rugas em código de barras na região do buço. 

5

Evite o cigarro

“Além de ser prejudicial para o organismo como um todo, aumenta o risco de câncer de lábios”, explica. 

Continua após a publicidade

Publicidade