Máscaras para o bumbum: funcionam?

As máscaras de tratamento para o bumbum um têm crescido em popularidade, e conversamos com uma dermato para tirar dúvidas sobre o assunto

Por Marcela De Mingo Atualizado em 21 jul 2022, 17h07 - Publicado em 27 jul 2022, 08h00

Bumbumcare é o novo skincare? O termo é recente e tem ganhado destaque na internet: define o ato de cuidar da pele do bumbum tanto quanto cuidamos da pele do rosto. Para isso, muita gente tem se utilizado de máscaras para o bumbum, que prometem tratar e cuidar da região. 

De acordo com a dermatologista Dra. Mônica Aribi, as máscaras de tratamento têm como objetivo deixar a pele mais lisinha e livre de asperezas. No caso do bumbum, essas funções também se aplicam, mas com o diferencial de prometerem cuidar de uma área que, no geral, passa o dia “escondida” pelas roupas. 

O bumbum é, de fato, uma região que fica bastante ocluída e sofre muita tração – seja pelas roupas que usamos, seja pelo contato com diferentes superfícies ao longo do dia, como cadeiras, bancos e camas – ou seja, é natural que ela termine mais áspera e propensa a algumas condições de pele. 

“A questão mais comum que acomete essa área é a foliculite glútea. Uma série de ‘espinhinhas’ que se formam cronicamente”, explica a especialista. “Outra questão são as manchas de pele que podem ser resultado das espinhas da questão acima, ou por outras causas, como ressecamento da área ou prurido [coceira].”

AFINAL, AS MÁSCARAS PARA O BUMBUM FUNCIONAM?

“O uso de máscaras nessa região traz como benefício desobstruir os poros e tratar de forma mais eficiente esses problemas”, diz a Dra. Mônica. “Em casa, fica difícil por ser um local de difícil acesso e que fica muito tempo ocluído, sem dar tempo dos cremes de tratamento agirem.”

Mas fica a dica: os tratamentos com máscaras, assim como acontece para a pele do rosto, são mais superficiais. Casos de foliculite, por exemplo, necessitam da avaliação de um dermatologista para serem tratados corretamente, evitando complicações. 

Além disso, é importante suspender o uso das máscaras em caso de alergias ou sensibilidades causadas pelos princípios ativos – na dúvida, vale também consultar um médico nesses casos. 

Quem, no entanto, quer experimentar os tratamentos em casa e cuidar melhor da pele do bumbum, pode se beneficiar dessas dicas da dermatologista: 

  • Não esfregue a região em demasia
  • Evite usar roupas muito apertadas
  • Hidrate a área com produtos adequados
  • Evite a exposição ao sol, principalmente após a utilização de máscaras com ácido
Continua após a publicidade

Publicidade