Skincare por idade: os cuidados com a pele em cada fase da vida

Com o tempo, as necessidades da pele mudam, e é preciso adaptar a rotina de cuidados para um envelhecimento saudável e sem complicações

Por Marcela De Mingo Atualizado em 9 mar 2022, 09h01 - Publicado em 9 mar 2022, 08h00

Ok, a gente já entendeu que cuidar da pele é muito importante. Agora, será que os nossos cuidados devem se manter os mesmos com o passar do tempo? Se até a nossa alimentação precisa mudar periodicamente (às vezes, acompanhando as estações do ano!), porque seria diferente com a nossa rotina de skincare? É por isso que, hoje, vamos entender melhor o que priorizar em cada fase da vida quando o assunto são os cuidados com a pele. 

A EVOLUÇÃO DA PELE E SUAS NECESSIDADES

Para a dermatologista Dra. Bianca Viscomi, as necessidades da nossa pele variam, sim, com o tempo. Isso não tem relação apenas com o envelhecimento natural da pele, mas também com a influência (e flutuação) hormonal com o passar dos anos. 

“As células da pele, assim como todas as outras células do corpo, sofrem com o processo de envelhecimento – o que significa perda de função progressiva”, explica ela. “Então, ao longo de décadas, além da mudança hormonal, existe também um tempo maior de exposição aos fatores externos, que determinam uma aceleração do envelhecimento e, junto com isso, há o envelhecimento intrínseco em cada célula.”

skincare para cada fase da vida
Tima Miroshnichenko / Pexels/Divulgação

Ou seja, o seu skincare deve acompanhar todas essas mudanças. Alguns cuidados são básicos e comuns a todas as idades, como a fotoproteção (já passou protetor solar hoje?), mas os demais passos dessa rotina de cuidado devem ser prescritas conforme as necessidades de cada década de vida. 

Por exemplo, uma pele de 20 anos requer menos hidratação do que uma de 50. “Para pessoas na faixa de 20 anos, prescrevemos ativos que servem para prevenção do envelhecimento. Já para pessoas na faixa dos 50 anos, optamos por ativos que servem para a ‘correção’ de sinais já instalados”, continua. 

ERROS E ACERTOS NO CUIDADO COM A PELE

Nesse processo de mudanças e adaptações, um erro bastante comum, segundo a médica, é a autoprescrição: ou seja, quando a paciente compra produtos sem saber se são adequados para o seu tipo de pele. Um exemplo clássico são os ácidos, que podem irritar, machucar e gerar reações na pele, ou hidratantes inadequados para aquele tipo específico de pele. 

“O ideal sempre é passar por um dermatologista para ter uma rotina de cuidados prescrita especialmente para seu tipo de pele e nunca se basear com o que é visto na televisão, redes sociais ou ainda ‘copiando’ a receita de algum amigo/amiga”, recomenda. 

skincare para cada fase da vida
cottonbro / Pexels/Divulgação

Ainda assim, é importante ter em mente que, apesar das especifidades mudarem, o básico é e sempre será o básico e se mantém constante em todas as fases da vida. Por isso, anote aí, esses são os passos que você sempre vai manter na sua rotina de skincare: 

  • Limpeza diária da pele, já que a poluição também acelera o envelhecimento celular, com a liberação de radicais livres;
  • Fotoproteção, isto é, o uso do protetor solar, porque a radiação ultravioleta também acelera o envelhecimento, além do risco de câncer de pele.

Mas não para por aí, afinal, não só de skincare vive uma pele saudável. Manter um acompanhamento nutricional também é importante nesses casos, principalmente uma alimentação rica em antioxidantes. Além disso, o sono é outro ponto de atenção, já que o corpo precisa do descanso para reparar os danos causados na pele e em todos os outros órgãos. 

COMO CUIDAR DA PELE EM CADA FASE DA VIDA

Continua após a publicidade

Agora, vamos ao que realmente interessa: quais os cuidados com a pele ideais para cada faixa etária? A Dra. Bianca responde: 

skincare para cada fase da vida
Karolina Grabowska / Pexels/Divulgação

Aos 20 anos

“A prioridade dos cuidados é o que diz respeito à prevenção. Então, cuidados preventivos como fotoproteção, limpeza adequada da pele (para proteger dos danos da poluição, pois já é algo bem documentado que acelera o envelhecimento), vitamina C de uso tópico e uma boa alimentação são o suficiente”, diz.

Aos 30 anos

“Começam os cuidados mais específicos. A fotoproteção e a limpeza se mantêm em todas as idades, pois são os cuidados primordiais. E, a partir dos 30 anos, agregamos ativos ‘anti-aging’, como é o caso dos derivados de vitamina A (retinóides)”, diz. Aqui, também é recomendado começar os primeiros cuidados de consultório. Já é possível iniciar a aplicação de toxina botulínica e lasers, também com o objetivo de prevenção para as décadas seguintes.

skincare para cada fase da vida
RODNAE Productions / Pexels/Divulgação

A partir dos 40 anos

“Intensifica-se os cuidados em consultório. Já é o momento de aplicar bio estimulador de colágeno e preenchedores. E, ao longo das próximas décadas, agregam-se novos ativos na rotina de skincare. Aos 50 anos, por exemplo, é muito importante prestar atenção na hidratação da pele. Então, a rotina de cuidados vai ficando cada vez mais rica e os procedimentos em consultório vão se intensificando.”

 

Pequena Lô: capa de março da Boa Forma
Pequena Lô: capa de março da Boa Forma Renato Nascimento/BOA FORMA

Essa matéria faz parte da edição de março de 2022, que conta ainda com mais três especiais:

:: Versões saudáveis de doces clássicos (de brigadeiro ao bolo de cenoura)

:: Como respirar corretamente em cada modalidade fitness

:: A psicóloga e comediante Pequena Lo fala sobre relacionamentos, autoestima, erros e vontades

Continua após a publicidade

Publicidade