BOA FORMA responde Das perguntas mais simples até as mais difíceis sobre como viver bem: pode mandar para a redação da BOA FORMA que vamos atrás dos melhores especialistas para responder

Quais os benefícios dos probióticos para a saúde?

Por Amanda Panteri Atualizado em 27 abr 2021, 14h03 - Publicado em 27 abr 2021, 14h00

Os brasileiros estão apostando cada vez mais nos probióticos: de acordo com um levantamento da Euromonitor, as vendas anuais saltaram de R$ 315,7 milhões para R$ 569 milhões entre 2015 e 2020.

Mas afinal, o que são eles? Bactérias vivas essenciais para a saúde intestinal. “O trato gastrointestinal abriga cerca de mil espécies diferentes. Apesar de muitas dessas bactérias serem benéficas, algumas têm funções desconhecidas ou podem até ser prejudiciais à saúde”, explica Barbara Santarosa Emo Peters, Cientista de Nutrição da IFF.

Quando a quantidade de microorganismos ruins ultrapassa a dos bons, acontece a chamada disbiose microbiana. De acordo com a especialista, para melhorar a saúde do intestino, precisamos apostar em um estilo de vida mais saudável — alimentação equilibrada e prática de exercícios físicos, por exemplo. Mas o consumo de probióticos (como suplementos) também pode ajudar! Veja quais outros benefícios eles trazem: 

Saúde digestiva: probióticos podem ajudar nos sintomas como constipação, gases, náuseas e desconforto;

Imunidade: o intestino responde por 70% do nosso sistema imunológico! “O trato digestivo é a primeira linha de defesa contra patógenos e está intimamente relacionado à saúde geral”;

Saúde vaginal: a vaginose bacteriana é caracterizada pela perda de acidez e atividade antimicrobiana na região, o que facilita o crescimento de bactérias nocivas e leva ao desequilíbrio da microbiota vaginal. Os Lactobacilos são muito importantes para manter a saúde vaginal;

Controle de peso e saúde cardiovascular: problemas digestivos estão relacionados com síndrome metabólica e obesidade. Os probióticos podem ajudar nessa questão;

Saúde do cérebro: o intestino e o cérebro estão conectados a milhões de células nervosas que comprovadamente influenciam o desenvolvimento do cérebro. Como o cérebro atua como um organizador central do metabolismo, cognição e atividade do sistema imunológico, a microbiota intestinal pode influenciar a nossa saúde no geral.

Continua após a publicidade
Publicidade