10 mandamentos para a sua dieta dar certo

Já adotou todas as estratégias possíveis para emagrecer, mas está difícil atingir a meta? Pontuamos as regras infalíveis que você deve seguir para chegar lá

Se você simplesmente não consegue resistir às tentações, nós vamos dar uma senhora ajuda: os principais mandamentos para não perder o foco, a determinação e, finalmente, fazer a dieta funcionar. 

1. “Beberás muita água” 
Quer um truque infalível para combater a gula? Tome cerca de 2 litros de água por dia. Isso é importante para matar a sede, regular a temperatura corporal, fazer o transportar os sais minerais e vitaminas e até acabar com aquela sensação falsa de fome.

2. “Comerás de três em três horas” 
Pequenos lanches saudáveis (não beliscos!) evitam que a fome fique incontrolável e você devore tudo e mais um pouco quando sentar à mesa. “Não passe longos períodos sem se alimentar. Isso reduz o metabolismo, pois o corpo se torna econômico para estocar energia e enfrentar longos períodos de privação alimentar, fazendo você engordar”, explica a personal trainer Alice Miranda.

3. “Não pularás o café da manhã” 
Pesquisas comprovam que começar o dia em jejum obriga o organismo a economizar combustível. Resultado: o gasto calórico cai e fica mais difícil eliminar as gordurinhas. Já o hábito de tomar café acelera o metabolismo, ou seja, o organismo passa a queimar mais calorias. Animada? Pois saiba que o cereal matinal tem se mostrado um dos maiores aliados na missão de enxugar medidas.

4. “Não ficarás ansiosa”
A ansiedade faz parte da vida de boa parte das mulheres. Mas nem por isso precisamos nos acostumar com ela. A fórmula certa para driblá-la é aquela que funciona para você. Para aliviar, você pode apostar nos exercícios para tirar o foco do problema, praticar um pouco de ioga e meditação ou até acupuntura para relaxar e evitar os excessos. 

5. “Não descontarás o stress na comida”
Um estudo da Universidade de Universidade de Ohio, em Columbus (EUA), revelou que o organismo retém 104 calorias extras quando você come sob tensão. Segundo a pesquisa, essa economia na queima de energia provavelmente acontece porque as emoções negativas mexem com o metabolismo, deixando-o mais lento. Stress e tensão estimulam a produção de cortisol, o hormônio que contribui para o aumento de gordura abdominal. Então, procure respirar fundo e relaxar antes de iniciar as refeições.

6. “Não faltarás no treino”
A atividade física é uma ótima maneira de combater o stress e a ansiedade – dois grande inimigos da sua dieta. Por isso, coloque-as com mais frequência na sua agenda e não arrume desculpas para faltar às aulas. E lembre-se: não abra mão de cuidar de si mesma.

7. “Apostarás nas proteínas e nas fibras”
A proteína prolonga a sensação de saciedade. Faça um rodízio entre carne vermelha, frango, peixe e ovo. Você quer dar um tempo na proteína animal? Aposte nos cogumelos, nos feijões, nos grãos, como a quinua, e em suplementos de proteína vegetal (a de ervilha e a de arroz, por exemplo). Já as fibras fazem com que o organismo funcione melhor como um todo e, consequentemente, deixe de acumular excessos na cintura. Troque o arroz branco pelo integral e acrescente outros grãos (lentilha, grão-de-bico) e cereais (farelo de aveia) na dieta.

8. “Não consumirás alimentos industrializados”
Além do sal de cozinha, o sódio está presente em vários produtos industrializados, como macarrão instantâneo, massas congeladas, misturas para sopas e bolos, biscoitos doces e salgados e até refrigerante light. “Em excesso, ele é o inimigo número 1 das mulheres, pois piora o inchaço provocado pela oscilação do nível de estrógeno”, destaca Solange Frazão. Portanto, cuidado com essa armadilha.

9. “Investirás em um prato menor”
De acordo com um estudo da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, servir a comida em um prato menor faz com que as pessoas comam menos. Os pesquisadores afirmam que reduzir o tamanho do recipiente pode diminuir o consumo em até 16%, isso significa 280 calorias a menos na refeição. Ótima estratégia, não?

10. “Usarás pratos vermelhos” 
Um estudo com 130 participantes da Universidade de Basek, na Suíça, mostrou que a cor do recipiente que você coloca a comida interfere no apetite. Quem recebeu pretezels em um pote vermelho comeu menos que aqueles em que a guloseima foi servida em um pote azul. “O vermelho sinaliza perigo e sugere a necessidade de vigilância”, explica Oliver Genschow, pesquisador e autor do estudo. Vale tentar!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s