Consumir leite diminui risco de obesidade e diabetes, diz estudo

Uma recente pesquisa também associou a bebida na versão desnatada a um shape mais enxuto

Por Eliane Contreras e Manuela Biz (colaboradora) Atualizado em 9 jan 2018, 18h45 - Publicado em 16 dez 2017, 08h00

Quem tem sensibilidade à lactose ou à caseína (açúcar e proteína do leite, respectivamente) percebe a barriga menos volumosa quando retira a bebida da dieta. Não é seu caso? Então pense duas vezes antes de fazer o mesmo: um estudo apresentado no Congresso Europeu de Estudos da Diabetes associou o consumo de leite a um shape mais enxuto e menor risco de diabetes e obesidade.

Leia mais: Seu peso influencia a vontade de comer junkie food, diz estudo

Os autores da pesquisa ainda não concluíram o exato motivo para esses resultados. Mas sabe-se que “A presença de proteína e cálcio no leite favorece a massa magra – fator importante para reduzir as reservas de gordura no corpo”, explica o endocrinologista Rodrigo Mendes, do Rio de Janeiro. A pesquisa foi feita com a versão desnatada. Muitos nutricionistas, porém, recomendam o leite semidesnatado. Já o integral é muito calórico!

Publicidade