Por que você sente fome após a natação

Acredite: o fenômeno é mais comum do que você imagina. Para a nossa sorte, existe uma explicação científica para essa tal fome de leão

Por Redação Boa Forma Atualizado em 15 mar 2017, 11h45 - Publicado em 16 ago 2016, 13h18

Quem nunca saiu da piscina querendo comer um sanduba caprichado ou um prato de macarronada? Provavelmente todas nós! Isso acontece porque o gasto calórico do exercício serve como um estímulo para você sentir fome. A natação, em especial, aumenta ainda essa vontade de comer porque ela é realizada em um ambiente mais frio, ou seja, o organismo precisa gastar mais energia para regularizar a temperatura corpórea. É exatamente aí, que a famosa fome de leão aparece.

Veja também: Preguiça de malhar no frio? Entenda por que o treino no inverno rende mais

Vários estudos, incluindo um da Universidade da Flórida, já mostraram a relação entre a natação em água fria e a sensação de fome (apesar da diferença de calorias queimadas entre o mergulho em ambiente frio e quente ser desprezível). Resultado: quanto mais frio você sentir ao sair da piscina, maior será a probabilidade de atacar um lanchinho.

E mais: O segredo das atletas do nado sincronizado para manter o cabelo sempre perfeito

Além de ser um exercício relaxante e que trabalha o corpo todo, a água alivia a pressão sobre as articulações e melhora a circulação. Mas, se o seu objetivo com a natação for emagrecer, a sugestão dos especialistas é sair da piscina e ir direto para o banho. O hábito vai ajudar a elevar sua temperatura corporal antes que a vontade de comer fale mais alto.

Publicidade