União entre beleza e saúde oral é tendência em 2022

Maior tempo em videoconferências estimulou a realização de cuidados para manutenção da beleza e da saúde dos dentes e gengivas

Por Maria Claudia Amoroso e Juliana Vaz Atualizado em 31 jan 2022, 17h58 - Publicado em 20 fev 2022, 12h00

Em 2021, vimos a pandemia causar uma revolução na forma como enxergamos a saúde oral, com cada vez mais profissionais alertando sobre a importância dos cuidados com a cavidade oral. “Na pandemia enxergamos na prática o impacto que a saúde oral pode ter no organismo como um todo. Sabemos, por exemplo, que gengivas inflamadas, infecções orais e problemas periodontais geram a liberação de citocinas na corrente sanguínea que causam um processo inflamatório até mesmo em órgãos distantes, promovendo assim o desenvolvimento ou agravamento de problemas como diabetes, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, aterosclerose e outras condições sistêmicas que, inclusive, figuram como fator de risco para casos graves de COVID-19”, explica o Dr. Hugo Lewgoy, cirurgião-dentista e doutor pela USP. E tudo aponta que, em 2022, os cuidados com a cavidade oral vão receber ainda mais atenção não apenas pela questão da saúde e bem-estar do organismo, mas também pelo fator estético. “Por muito tempo, a indústria da beleza negligenciou a cavidade oral e somente os cirurgiões-dentistas alertavam sobre a importância dos cuidados com essa região, mas isso tem mudado”, diz o especialista.

Já podemos enxergar, por exemplo, cada vez mais marcas, até mesmo fora do setor, investindo no lançamento de produtos para cuidado com a cavidade oral, assim como um crescimento nos chamados “dental influencers”, que, por si só, estimulam mais pessoas a investirem nesse hábito saudável. Outro motivo para o crescimento dessa tendência de cuidados orais no mundo da beleza é a presença de uma estrutura que tem sido o centro das atenções: os lábios, que, inclusive, são um elemento fundamental na composição do sorriso, já que funcionam como uma moldura das arcadas dentárias. “Procedimentos para dar volume e combater sinais de envelhecimento nos lábios, como a aplicação de toxina botulínica e preenchedores, têm se tornado muito populares. E, como esses procedimentos acabam chamando atenção para o sorriso, era esperado que o foco nos lábios se tornaria mais abrangente e passaria a incluir a boca como um todo, com cada vez mais pessoas percebendo a importância da cavidade oral na beleza e harmonia geral da face”, destaca o Dr Hugo. É claro que o cenário pandêmico também contribuiu para o crescimento dessa tendência, principalmente devido ao aumento do home office e a popularização das lives e videoconferências. “Com mais tempo em frente às câmeras e encarando o rosto, os pacientes ficaram mais conscientes de seus sorrisos, passando a prestar atenção em alterações que podem causar certo desconforto estético, como dentes amarelados e/ou gengivas inflamadas, e passaram a buscar novas alternativas de tratamento para melhorar a aparência da cavidade oral e, consequentemente, da face como um todo”, diz o especialista.

COMO MELHORAR A ESTÉTICA DOS DENTES

  • escova e pasta adequadas

Engana-se quem acredita que a simples escovação é suficiente. Na verdade, para conquistar um sorriso bonito e saudável, até mesmo a escolha da escova e do creme dental importa. “O ideal é optar por escovas macias, para evitar o desgaste do esmalte dos dentes e a retração gengival, e com uma grande quantidade de cerdas, de preferência maior do que 5.000, o que aumenta a eficácia da escovação. A escova Velvet, da CURAPROX, por exemplo, conta com 12.460 cerdas mais finas e ultramacias, capazes de desorganizar a placa bacteriana sem causar traumatismos”, recomenda o cirurgião-dentista. “Já o creme dental deve ser livre de SLS (Sodium Laryl Sulphate) em sua composição, já que essa substância possui ação abrasiva, podendo contribuir para a abrasão do esmalte dos dentes (desgaste) e a recessão das gengivas (retração).”

  • escova interdental

É fundamental investir também no uso do fio dental e de uma escova interdental. “Enquanto o fio dental auxilia na remoção de detritos alimentares e pontos de contato muito apertados, a escova interdental realiza a desorganização da placa bacteriana nas irregularidades e depressões interdentais que o fio dental não consegue higienizar”, destaca o Dr Hugo.

  • escovação da lingua

A higienização da língua também é parte indispensável da manutenção da saúde oral, evitando o mau hálito e o desenvolvimento e de microrganismos que podem ser nocivos para a dentição. “A higienização da língua deve ser realizada com instrumentos próprios para essa finalidade, como os raspadores. A escova de língua TUNG tem cerdas um pouco mais firmes que as das escovas dentais convencionais, sendo assim mais eficaz em penetrar nas fissuras e irregularidades da língua para desalojar a saburra lingual, enquanto o gel de língua TUNG facilita a remoção desta saburra e neutraliza os gases que provocam odor desagradável.”

  • cuidados extra

As etapas acima, junto com consultas regulares aos cirurgiões-dentistas, formam a rotina básica de cuidados com a beleza e a saúde da cavidade oral. Mas ainda é possível ir além, por exemplo, através do uso de clareadores dentais para combater o amarelamento dos dentes. “O uso de enxaguatórios orais também é interessante, pois possuem ação importante na prevenção do desenvolvimento de microrganismos na cavidade oral”, completa o Dr Hugo Lewgoy, que, por fim, ressalta que mesmo a melhor e mais completa rotina de cuidados com a saúde e beleza da cavidade oral deve ser acompanhada de visitas regulares ao cirurgião-dentista, já que ele é o profissional capacitado para realizar uma avaliação da cavidade oral, podendo indicar, além de cuidados específicos, procedimentos para melhorar a estética do sorriso.

Continua após a publicidade

Publicidade