A dieta de Fernanda Lima para ganhar músculos

A apresentadora segue um cardápio rico em proteínas para que seu corpo fique mais forte. Assim, ela consegue aguentar a frequência de esportes que pratica sem se machucar

Por Daniela Bernardi - Atualizado em 28 out 2016, 14h47 - Publicado em 1 dez 2015, 14h27

Fernanda não segue um cardápio predeterminado, mas, nos testes que fez com ela, o médico do esporte Alexandre Carvalho detectou um déficit de proteínas e sugeriu algumas medidas para aumentar sua massa magra. “O objetivo é que ela fique com o corpo mais forte para aguentar a frequência de esportes que pratica sem se machucar”, explica o médico. Em um dia comum, a apresentadora atinge sua cota de proteínas assim:

 

Café da manhã

Queijo ou ovo. “Como ela não tem colesterol alto nem doenças ligadas à ingestão de gordura, pode ser o queijo minas e o ovo com gema”, diz Alexandre.

Almoço 

Rodízio entre carne de vaca, frango, porco e peixe. “Quanto mais variadas as refeições, mais equilibrado o cardápio é em nutrientes. Por exemplo, a carne vermelha fornece mais ferro que a branca, porém tem mais gordura. E vale alternar com uma proteína vegetal, como soja ou grão-de-bico.”

Lanches Intermediários

Uma fonte de proteína mais um carboidrato. Quando está em casa, Fernanda pode fazer um sanduíche de pasta de frango,
de atum ou de ovo. Vale ainda substituir o pão por uma porção de batata-doce, inglesa, inhame ou aipim. Na rua, o cardápio sugerido por Alexandre prevê uma barra de proteína ou um shake de whey protein batido com água ou suco, mas Fernanda resiste um pouco porque prefere alimentos naturais.

Jantar

Já que ela gosta de comer bem nas refeições principais, mantém o menu do almoço. Se tem pressa ou quer pegar mais leve, opta por uma sopa com uma fonte de carboidrato (batata ou aipim) e uma proteína (carne magra desfiada).
Publicidade