5 passos para conseguir o emprego dos sonhos

Conversamos com um profissional que deu o caminho das pedras para a realização profissional

Por Marcela De Mingo Atualizado em 2 jun 2022, 17h50 - Publicado em 10 jun 2022, 08h00

Quem nunca sonhou com o emprego dos sonhos? No entanto, entre sonho e realidade parece que existe um gap grande demais para superar. Calma, nós podemos ajudar com isso! Conversamos com Jean Patrick, master coach e treinador comportamental para descobrir o passo a passo na busca pelo seu trabalho ideal. 

Com a pandemia de coronavírus, o crescimento do home office e, principalmente, o boom de doenças mentais, o que mais se procura hoje em dia são empregos que proporcionem um equilíbrio entre a vida pessoal e profissional. Ao mesmo tempo, essas oportunidades não têm sido fáceis de achar. 

“Devido às demandas intensas de empresas por metas agressivas e a busca por resultados, muitos não conseguem encontrar um lugar que proporcione esse equilíbrio, e condições como esta levam a grandes perdas pessoais, desde tempo com filhos, familiares, amigos até, é claro, perdas significativas de saúde e qualidade de vida”, explica o profissional. 

EXERCÍCIO PRÁTICO: ENTENDA O SEU EMPREGO DOS SONHOS

Certo, mas, diante de tudo isso, como podemos saber, de verdade, qual o nosso emprego dos sonhos? Jean passa um exercício prático, que você pode fazer agora mesmo: 

  • Pegue uma folha de papel em branco e faça uma linha divisória ao meio. 
  • De um lado faça uma lista com tudo aquilo que caracteriza o emprego dos sonhos para você
  • Do outro lado, faça o oposto: escreva o que não seria o trabalho dos sonhos
  • Volte para a primeira lista e, dos pontos listados, selecione pelo menos 5 que você não abre mão

Em seguida, vamos para uma segunda etapa, dessa vez fazendo uma autoavaliação.

  • Novamente, pegue uma folha de papel em branco
  • Liste quais são as competências comportamentais (soft skills) que você sabe que desenvolveu bem ao longo do tempo (por exemplo, resiliência)
  • Faça uma segunda lista, com aquelas que você pode desenvolver para estar mais bem preparado para o ambiente de trabalho – e vá atrás de desenvolvê-las!

COMO CONSEGUIR O EMPREGO DOS SONHOS? 

Muito bem, com as suas listas em mãos, vamos ao passo a passo: 

1

Tenha clareza sobre o que você quer

Aqui, vale o reforço: antes de partir para a busca propriamente dita é importante você definir o que quer quando o assunto é a sua carreira. Ter clareza sobre os seus objetivos profissionais e pessoais é essencial, já que serve como um balizador na hora de tomar decisões a respeito da sua vida profissional. 

2
Continua após a publicidade

Comece a busca… com propósito

“Procure um lugar que esteja alinhado com seus valores pessoais e com o que você espera de uma convivência no ambiente de trabalho, pois isso impacta diretamente em todas as áreas de sua vida”, explica Jean. 

3

Aprenda a usar o LinkedIn

Existem, hoje, plataformas que podem ser muito úteis na busca por um emprego que esteja de acordo com o que você quer. O LinkedIn, por exemplo, serve como uma excelente ferramenta de pesquisa para detectar o lugar que está mais alinhado com o que você deseja. Ali, ações dessas empresas e da sua cultura ficam bastante claras, basta dedicar tempo para pesquisar e aprender sobre elas.  

4

Ative o seu networking

A sua rede de contatos é e sempre será essencial ao longo da carreira. “O lado extremamente positivo do networking é você aproveitar essa conexão para descobrir mais sobre a empresa, as práticas do RH, os modelos de liderança e sobre o dia a dia no trabalho”, diz o master coach. 

Além disso, é a partir do networking que você pode conseguir indicações para vagas nas suas empresas dos sonhos – desde que você tenha uma boa relação com essas pessoas!  

5

Dê espaço para as soft skills

Soft skills são aquelas habilidades não quantitativas, como a comunicação clara e a capacidade de trabalhar em equipe. Cada vez mais elas serão importantíssimas para o mercado de trabalho, por isso, um bom currículo conta com uma lista das competências comportamentais que você desenvolveu ao longo do tempo. 

“Habilidades como resiliência, trabalho em equipe, adaptabilidade, protagonismo e foco, entre outras, são competências comportamentais muito bem vistas pelos RHs em um processo seletivo”, explica. 

Continua após a publicidade

Publicidade