Falar palavrão gera bem-estar e até melhora rendimento no treino

Estudos apontam que soltar o verbo aumenta a tolerância à dor, melhora o rendimento no treino e até demonstra mais honestidade!

Por Caroline Randmer (colaboradora) Atualizado em 6 abr 2021, 12h29 - Publicado em 16 abr 2021, 09h00

Você costuma pensar duas vezes antes de soltar um palavrão? Talvez não devesse. Uma leva de estudos comprova que encher a boca pra falar aquelas palavras que, muitas vezes, são mal recebidas pelos ouvidos de quem está ao seu redor, aumenta a tolerância à dor, melhora o rendimento no treino e até demonstra mais honestidade. “Expressar-se por meio de palavrões favorece a liberação de adrenalina e outras substâncias no organismo que causam uma sensação de alívio e bem-estar”, explica Fabio Porto, neurologista do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Benefícios de falar palavrão

Em dúvida se deve ou não liberar certos termos polêmicos em seu vocabulário? Veja o que o mundo da ciência tem a dizer sobre o assunto:

1. Pesquisadores da Keele University, no Reino Unido, descobriram que, ao falar “nomes feios” durante situações dolorosas, enviamos uma mensagem ao cérebro que, por sua vez, confere uma energia extra ao corpo para que ele suporte melhor as dores.

2. Já uma investigação publicada na revista científica Psychology of Sports and Exercise revelou que xingar – em voz alta e não só mentalmente – aumenta a força no treino em 8% e a performance geral em até 4%.

3. E não podemos nos esquecer da pesquisa publicada no periódico científico Social Psychological and Personality Science, que mostra que não medir palavras faz com que outras pessoas nos vejam como indivíduos mais genuínos.

Só fique atento para não dizer o que vem à mente em ambientes como o do trabalho, ok?

Continua após a publicidade
Publicidade