Inteligência artificial aponta que Brasil ganha a Copa do Mundo 2018

Segundo estimativas do banco Goldman Sachs, é provável que a Seleção Brasileira enfrente – e vença – a Alemanha na final do torneio

Por Luiza Monteiro Atualizado em 12 jun 2018, 13h08 - Publicado em 12 jun 2018, 12h23

Se o Brasil vai ganhar o título de hexacampeão da Copa do Mundo em 2018 a gente não sabe – mas as estatísticas dizem que sim. Um levantamento feito pelo banco de investimentos americano Goldman Sachs aponta que a seleção com maior probabilidade de levar o troféu da 21ª edição do campeonato é a brasileira. Segundo a previsão, nosso adversário na final será a Alemanha.

  • Os números divulgados no Global Macro Research The World Cup and Economics 2018, publicado nesta segunda-feira (11), mostram que o time verde e amarelo é o mais forte – com o melhor índice de performance nas últimas partidas, jogadores talentosos e maior número de vitórias recentemente.

    Inteligência artificial aponta que Brasil ganha a Copa do Mundo 2018
    Gráfico mostra possíveis partidas entre as seleções na Copa do Mundo. Goldman Sachs Global Investment Research/Reprodução

    A disputa pelo segundo lugar do ranking foi acirrada entre França e Alemanha. Aliás, o banco acredita que, se essas duas seleções trocassem de grupo, a final seria entre Brasil e França – mas, ainda assim, nós sairíamos vitoriosos. Espanha pode ter dificuldade ao enfrentar Portugal, França e Brasil, o que diminui a probabilidade de a equipe de Gerard Piqué levantar a taça. Já a Argentina deve perder para Portugal nas quartas-de-final, diz o relatório. E os russos, que sediam a competição, não devem passar da fase de grupos.

    Inteligência artificial aponta que Brasil ganha a Copa do Mundo 2018
    Tabela mostra a probabilidade de cada time nas fases da Copa do Mundo 2018. Goldman Sachs Global Investment Research/Reprodução

    Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

    Como a previsão foi feita

    Para essas estatísticas, a equipe do Goldman Sachs inseriu dados sobre as características dos times, dos jogadores e o desempenho das equipes em partidas recentes em quatro máquinas. Por meio de técnicas de inteligência artificial, essas informações foram comparadas com o número de gols das seleções nos últimos jogos. E assim, foram selecionadas as variáveis que seriam consideradas para prever os resultados das partidas na Copa.

    Inteligência artificial aponta que Brasil ganha a Copa do Mundo 2018
    Gráficos mostram as métricas analisadas pelo Goldman Sachs no relatório. Goldman Sachs Global Investment Research/Reprodução

     

  • Isso é confiável?

    Essa pergunta é feita no próprio relatório. Os autores asseguram que usaram métodos de ponta para as estatísticas, mas é claro que, na prática, ainda há muitas incertezas. “Simplesmente porque futebol é um jogo um tanto imprevisível. E esse é o motivo pelo qual será tão emocionante assistir à Copa do Mundo”, finalizam. E aí, qual seu palpite?

    Continua após a publicidade
    Publicidade