O que as selfies têm a ver com a sua felicidade

Pesquisa revela que admirar esse tipo de foto afeta sua autoestima – para o bem e para o mal

Por Caroline Randmer Atualizado em 2 nov 2016, 22h05 - Publicado em 2 nov 2016, 13h08

Com certeza você se depara com algumas selfies durante o dia nas suas redes sociais. Mas atenção: o que já virou algo comum na sua rotina pode estar sabotando o seu bem-estar. E quem faz esse alerta é a ciência. Pesquisadores da Universidade do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, descobriram que a exposição às fotos que as pessoas tiram delas mesmas pode comprometer a autoestima e a satisfação com a própria vida daqueles que veem essas imagens.

Leia também: Ela ganhou mais autoestima e confiança com a malhação

Para chegar a essa conclusão, o estudo analisou as respostas de 225 usuários de Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat, Tumblr e Tinder, todos na faixa dos 33 anos de idade. As análises mostraram que as pessoas tendem a se comparar aos outros quando se deparam com selfies – principalmente aquelas muito bem editadas. Isso leva a sentimentos de solidão, exclusão e decepção pessoal, já que o espectador fica com a impressão de que sua vida não é tão divertida ou ~glamurosa~ quanto a daqueles que aparecem no clique.

E mais: Use a beleza para levantar a autoestima

Mas há casos em que essas imagens provocam efeitos positivos. Na pesquisa, os estudiosos notaram que a turma que adora aparecer em fotos e ser popular ficou com a autoestima ainda mais turbinada após ver selfies. Os motivos por trás desse comportamento, contudo, não foram identificados pelos especialistas.

Groupies

Outro achado curioso do estudo americano é que as selfies que incluem mais de uma pessoa não tiveram um impacto negativo nos voluntários. Ao contrário: todos se sentiram bem ao ver fotos tiradas em grupo. Uma possível explicação é que esse tipo de imagem faz com que aquele que está admirando o clique sinta que faz parte de uma comunidade, principalmente se ele está entre os integrantes que saíram no registro.

Continua após a publicidade

Publicidade