A bike elétrica vale como um exercício aeróbico?

Uma pesquisa realizada no Colorado revelou que usar a bicicleta motorizada pode, sim, servir como uma forma de exercício – mesmo que o esforço seja pequeno

Por Redação Boa Forma Atualizado em 13 abr 2017, 20h47 - Publicado em 6 jul 2016, 16h41

Nas grandes competições, equipar a sua bicicleta com um motor elétrico é considerado trapaça. Mas, na vida real uma bike motorizada pode ser uma ótima maneira de fazer o exercício aeróbico do dia. Foi o que concluiu um estudo realizado pela Universidade do Colorado, nos Estados Unidos.

Na ocasião, os pesquisadores selecionaram um grupo de 20 voluntários sedentários (homens e mulheres) e pediram que eles utilizassem o transporte para ir ao trabalho. Eles deveriam realizar o trajeto de bike, pelo menos, três vezes por semana durante 40 minutos. Primeiro, os participantes tiveram que passar por uma série de testes para medir composição corporal, condicionamento aeróbio, controle de açúcar no sangue, pressão arterial e colesterol. Após um mês, os voluntários foram convidados a repetir os exames. Resultado: a maioria deles havia passado mais tempo no veículo do que o estabelecido pelos pesquisadores.

Além disso, os pilotos tiveram seus batimentos cardíacos elevados em 75%, o que significa que mesmo com o motor auxiliar, o corpo estava realizando um treino moderado – que equivale à caminhada rápida ou uma corrida leve. Outro ponto importante: todos tiveram os níveis de açúcar reduzidos e colesterol controlado.

Vale ressaltar que a análise foi realizada somente com as bicicletas elétricas que forçam o ciclista a pedalar para que ela funcione. O objetivo era identificar se essas motos – mesmo com a ajuda adicional de um motor – proporcionariam os benefícios de um treino para as pessoas que não tinham se exercitado anteriormente.

Continua após a publicidade

Publicidade