Aos 66 anos, Tomiko Eguchi se prepara para sua 84ª ultramaratona

A japonesa começou a correr aos 48 anos e acumula uma longa lista de conquistas

Por Giulia Granchi, Gislene Pereira Atualizado em 3 Maio 2017, 21h43 - Publicado em 2 Maio 2017, 18h13

Onde você se imagina aos 66 anos? Talvez curtindo a aposentadoria num destino paradisíaco ou realizando suas atividades diárias sem depender de ninguém. Já a rotina de Tomiko Eguchi passa longe da imaginação da maioria das pessoas: ela é uma ultramaratonista.

A corredora mudou-se do Japão para o Brasil com 10 anos, mas foi apenas aos 52 que conheceu o esporte que mudaria seus dias para sempre. Diagnosticada com osteoporose, os médicos recomendaram que ela caminhasse. Mas a atividade leve não durou muito tempo – ela encontrou um grupo de corrida no Parque da Aclimação, em São Paulo, e acabou se apaixonando pelas passadas mais rápidas. “Na época, eu era auxiliar de enfermagem e, antes de começar a correr, não praticava qualquer atividade física. Ia de casa para o trabalho e do trabalho para casa”, conta.

Meses depois, a japonesa completou sua primeira São Silvestre e, em menos de um ano de treino, conquistou sua primeira maratona, em Blumenau (SC). Hoje, com 18 anos de experiência no esporte, ela coleciona centenas de conquistas. Só ultramaratonas (provas com distância maior que 42,195 quilômetros), ela já completou 83. “Depois de participar de uma maratona, o ser humano não tem limite, a gente quer se desafiar. Nas ultras, o trabalho mental é muito importante. São horas solitárias, só com a companhia de Deus.”

Veja também: 1ª corredora da Maratona de Boston repete prova 50 anos depois

DÊ OLHO NO CALENDÁRIO 

A atleta já tem seus próximos desafios marcados na agenda. No dia 6 de maio, estará no Desafio das 28 Praias, da qual já participou duas vezes. Como o nome já diz, a prova passa por 28 praias do litoral paulista, sendo 20 delas desertas e cheias de obstáculos: são marcadas por subidas, descidas, areia fofa, estradas de terra, trilhas fechadas e água. São duas distâncias, 21 km solo ou 42 km, nas categorias revezamento (com até 5 participantes por equipe divididos em trechos com diferentes níveis de dificuldade) ou solo, que foi a escolha de Tomiko. “Minha parte favorita dessa prova é a paisagem. Entro em sintonia com o ambiente escutando o barulho das ondas, das cachoeiras… A gente acaba se esquecendo dessas coisas na cidade grande”, explica.

Em julho, a aposentada vai para mais um desafio, sua 84ª ultramaratona. A prova escolhida atende ao requisito de suas favoritas – longa distância na montanha. Passando por estradas de terra em Minas Gerais, a Ultramaratona dos Anjos Internacional tem a nada modesta distância de 235 quilômetros. “Como já não tenho mais idade pra competir, busco acabar a prova no tempo limite. Só tenho que agradecer por ainda conseguir correr longas distâncias”, afirma Tomiko.

E mais: Viaje para correr: as maratonas mais incríveis ao redor do mundo

Para continuar seguindo quando a distância se torna dura ao corpo e à mente, Tomiko afirma se agarrar na fé e pensar em sua trajetória. “Levanto a cabeça para cima, agradeço a Deus e penso em todos os momentos alegres e difíceis que já passei.”

Continua após a publicidade

Segundo a atleta, o esporte a ajudou a valorizar a vida em todos os sentidos e ela não vê a linha de chegada. “Enquanto eu possuir saúde, vou continuar correndo. Agora que estou aposentada, posso dedicar mais tempo ao esporte”, conclui.

PREPARO PARA AS PROVAS

Tomiko segue uma alimentação saudável, mas sem restrições. Com o suporte da assessoria de corrida Teia Esportes, a atleta corre 6 vezes por semana. Para prevenir lesões e fortalecer a musculatura, ela também inclui dois dias de pilates e dois de musculação na rotina de treinos.

De 6 em 6 meses, ela passa por um check-up geral com o médico que a acompanha desde que começou a correr ultramaratonas, em 2007, para garantir a aptidão para as longas distâncias.

 

* Você é ou conhece uma mulher que corre e tem uma história inspiradora? Envie um e-mail para boaforma.abril@atleitor.com.br

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade