As estratégias fitness de Fernanda Lima para manter o corpão

Investir na musculação e em testes metabólicos são algumas das suas novas táticas para exibir a barriga marcada que nos deixou sem palavras

Nem a guinada na carreira nem a gravidez de gêmeos fizeram Fernanda Lima rever suas estratégias para manter a forma tanto quanto a proximidade dos 40 anos. Aqui ela conta em que aposta para continuar batendo um bolão:

1. Rodízio de modalidades
De segunda a sexta, ela varia entre dança, musculação, pilates e ioga. No final de semana, joga vôlei de areia com o marido. Não há um dia em que não faça exercício, mesmo que seja ir de bicicleta até seus compromissos. “Já corri diariamente, fiz mountain bike… Não tenho mais essa frequência em nenhuma atividade, mas, sim, o comprometimento em realizar pelo menos uma delas todos os dias. Sinto que meu corpo responde mais rápido”, diz. O abdômen trincado e o bumbum na lua confirmam.

2. Ace de abdominais
A barriga sempre foi sequinha, mas Fernanda sente que essa área do corpo também começou a exigir mais cuidados. “Depois que tive filho, sobrou pele e é isso que ferra, né? Não há muito o que fazer. Mas sempre mantive o abdômen contraído, técnica que aprendi com a ioga. A postura é muito importante porque ajuda a deixar o músculo firme. É como se eu fizesse ginástica o dia todo”, diz Fernanda, que há três meses decidiu focar em abdominais. “A meta é segurar a coluna e melhorar um pouco a minha barriga porque, daqui a dois anos, faço 40. E depois 45, 50… Não dá para trocar de pele, né? É com esse corpinho que eu vou até o fim. Quero chegar lá bem inteligente, bem informada e consciente de que a juventude é finita.”

3. Levantamento de peso
Fernanda nunca foi adepta da musculação. “Mas, depois dos 35 anos, percebi que não posso fugir dela. Não adianta: a gravidade age sobre todo mundo. Quanto mais tonificar, mais fácil será segurar a onda”, decreta. O foco, que era secar, mudou para deixar os músculos mais durinhos. Até pouco tempo atrás, ela garantia esse feito apenas com a ioga, que pratica há anos. Só que Fernanda já foi mais ligada no seu mat. “Ando meio assim com a ioga (e faz sinal de mais ou menos). Quando estou no meu sítio, pratico diariamente. Já aqui no Rio é difícil. ”Então, ela procurou o médico do esporte Alexandre Carvalho. Após realizar testes de calorimetria (mede quantas calorias são gastas por dia em repouso), ergoesteriometria (aponta a queima calórica durante o esforço) e bioimpedância (descreve a composição corporal), descobriu que, embora seu preparo físico se compare ao de uma atleta, sua massa magra está baixa e apenas a modalidade não seria suficiente para garantir os 3 quilos de músculo que precisa ganhar. “Já que não gosta de musculação, Fernanda treina apenas duas vezes por semana, mas todos os grupos musculares. Como a série fica mais longa, para deixá-la menos monótona intercalamos exercícios de braço e perna”, explica Alexandre.

Além disso, exercícios funcionais de estabilidade e fortalecimento do core (como bozu e prancha) aliviam as dores da coluna, muito exigida no vôlei. A ioga não sumiu de vez graças a uma coincidência. A apresentadora conheceu uma instrutora cujo estúdio fica na rua da sua casa. Lá, pratica ashtanga à prova de estripulias das crianças. “Trabalha a musculatura, libera as toxinas do organismo, e sincroniza a respiração com os movimentos, o que a ajuda a dar potência à voz na TV”, diz a instrutora de ioga e vizinha Dany Sá.

4. Ataque com balé
A gente já se acostumou a ver Fernanda dançar nas aberturas mirabolantes e divertidíssimas de Amor & Sexo, programa que, além de apresentar, ela ajuda a escrever. Sua coreógrafa, Dani Lima, é só elogios: “A cada programa, variamos o estilo – de funk a Madonna. Fernanda se sai bem em todos, porque corre atrás à beça. Ela consegue dançar superbem sobre um salto muito alto”. Como a produção já está a todo vapor, os ensaios de balé têm durado duas horas até três vezes por semana. “Deixa perna e bumbum durinhos, porque você fica o tempo todo com o quadril encaixado e o glúteo contraído”, diz Fernanda.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s