Estes casais fitness vão te inspirar a adotar um estilo de vida saudável

Ele está sempre disposto e adora esporte - já nós amamos seu corpo esculpido pelo suor. O boy magia da BOA FORMA existe (há vários por aí!) e deixa nossa vida ainda mais saudável. Aqui, a história de três casais que dividem o whey protein, o colchonete e, é claro, o amor dentro da academia

 

Do mat para o ringue

O jeito tranquilo de Milla, professora de ioga, sofreu um abalo quando ela passou a acompanhar a mãe nas aulas de boxe de Rodrigo. “Ele nunca me deu bola. Só nos aproximamos de verdade quando começamos a conviver fora da academia”, revela. A partir daí, os dois uniram a disciplina das modalidades. “Os princípios da ioga e do boxe estão no nosso dia a dia, desde a alimentação até a escolha das nossas palavras”, diz ela. Tanta sintonia só podia dar em namoro. “Como nós dois somos professores, é difícil encaixar os horários. Aproveitamos quando temos uma janela no meio da tarde para ficarmos juntos”, conta Rodrigo, que também virou aluno e frequenta as aulas da namorada. “Ele está sempre ligado no que acontece em volta. Preciso brigar para que feche os olhos durante a prática”, conta Milla. Inclusive, foi a ioga que ensinou Rodrigo a respirar melhor pelo nariz (o que o ajudou a ter fôlego para ganhar a luta que disputou em maio, como você pode ler na matéria Lugar de Mulher É no Ringue). Milla não fica só na torcida. “Antes, reservava a noite para ver filmes, jantar, brincar com a minha cachorra… Agora, vou às aulas de boxe”, diz. O final de semana dela, que costumava ser tranquilo, ganhou mais atividade. “Vamos pedalando até a escadaria [da Avenida Sumaré, point de treino em São Paulo]. Até musculação voltei a fazer para ficar mais perto dele.” Já Rodrigo conheceu novos pratos vegetarianos. “A Milla escolhe umas opções com mais fritura, como bolinho de coco. Eu já tenho cuidado com a quantidade de sal e azeite no preparo.” Do que os dois não abrem mão: gastar muitas calorias para poder comer sem culpa!

Du Borsatto Du Borsatto

Du Borsatto (/)

Milla Monteiro, 25 anos, e Rodrigo Leite, 33 anos, juntos há seis meses. 

 

Fisgados pelo prato

Eles eram os únicos entre os amigos que se importavam com alimentação saudável. “Todo mundo comia feijoada e a gente ia para um restaurante de salada”, revela Beta, que começou a se arriscar na cozinha para mudar o paladar restrito do namorado. “Até então, eu sempre jantava frango com batata-doce”, conta Rodrigo. O prato – que deu origem ao nome do blog do casal – foi substituído por panquecas proteicas, mingau de banana e outras combinações que até enganam os amigos. “Só contamos depois que não usamos açúcar ou que a massa é integral.” Beta também precisou de uma ajudinha do companheiro. “Eu dava muitas desculpas para comer doce. O Rodrigo me mostrou que não adianta manter a dieta de segunda a sexta e ‘jacar’ no fim de semana.” 

Arquivo Pessoal Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal (/)

Beta Pacheco, 25 anos, e Rodrigo Purchio, 26 anos, juntos há cinco anos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s