Estudo reforça que exercício é a melhor forma de manter o peso

Pesquisa feita com participantes do programa americano "The Biggest Loser" mostra que a atividade física é essencial para a manutenção do peso

Por Redação BOA FORMA Atualizado em 17 fev 2020, 15h01 - Publicado em 1 nov 2017, 16h15

Eis uma pergunta que aflige todo mundo que tenta emagrecer: por que alguns conseguem manter o peso pós-dieta, enquanto outros recuperam os quilos rapidamente? A ciência já sabe qual fator tem uma participação fundamental nisso: a atividade física. Vários estudos já mostraram que, sem uma rotina ativa, o risco de engordar tudo de novo é alto. E uma nova pesquisa, publicada nesta terça-feira (31) no periódico científico Obesity, reitera a importância do exercício na manutenção do novo shape.

Leia também: Existem mais obesos no mundo do que pessoas abaixo do peso normal, revela estudo

O trabalho foi feito com 14 participantes do programa de televisão americano The Biggest Loser, que tiveram suas medidas tiradas em vários momentos: no início do reality show, após seis semanas, 30 semanas e seis anos depois da primeira avaliação. O peso médio das pessoas no início do reality show foi de 149 kg; no final, era de 90 kg – uma diferença de 51 kg. Seis anos após o programa terminar, o peso médio era de 131 kg, apenas 18 a menos do que quando começaram. 

Nessa fase, os pesquisadores notaram que os participantes estavam queimando cerca de 500 calorias a menos do que o esperado por dia. Isso por causa de um efeito comum do emagrecimento: a lentidão do metabolismo. Mas aqueles que praticavam atividade física regularmente foram capazes de contornar esse efeito. Quem se manteve mais magro fazia 80 minutos por dia de atividade moderada, como caminhada, ou 35 minutos diários de exercício intenso, a exemplo da corrida.

E mais: Estudo descobre estratégia para deixar de comer compulsivamente

Embora o estudo seja pequeno e deva ser replicado em populações maiores, Kevin Hall, principal autor da pesquisa, disse que esse é o primeiro trabalho a avaliar ex-obesos anos depois do emagrecimento para analisar fatores como consumo de calorias e efeito de exercício. E uma coisa é certa: ele reforça que, sem exercício, é impossível manter um estilo de vida saudável e equilibrado. Como disse Rena Wing, professora de psiquiatria da Brown University e fundadora do National Weight Control Registry, ao jornal americano The New York Times, “o alimento consumido é fator determinante no início da perda de peso. A atividade física é a chave para mantê-la”.

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo fitness com a newsletter da BOA FORMA

Continua após a publicidade

Publicidade