Tomar melatonina antes do treino dá mais energia, aponta estudo

A estratégia ainda ajuda na perda de peso e no tratamento do diabetes

Por Daniela Bernardi - Atualizado em 21 abr 2018, 12h36 - Publicado em 21 abr 2018, 08h00

Já se sabe que pequenas doses de melatonina (o hormônio do sono) têm um efeito anti-inflamatório na musculatura, o que reduz a fadiga e melhora o rendimento no treino. Agora, cientistas descobriram mais um benefício: ingerir 6 mg de melatonina antes de se exercitar gasta mais energia vinda do carboidrato, o que daria um help no tratamento do diabetes e da obesidade, segundo uma nova pesquisa
do International Journal of Excercise Science.

“O hormônio pode ser indicado para atletas de provas longas, porém o exagero
 tende a inibir a produção natural pelo organismo”, alerta o médico Lucas Penchel, de Belo Horizonte.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

Vem se sentindo exausta? Converse, antes, com um especialista para saber se o problema não tem a ver com a má alimentação 
ou a qualidade ruim do sono.

Continua após a publicidade
Publicidade