Como tratar e prevenir os calos de musculação?

Sofre ou já sofreu com o problema? Veja como lidar

Por Giovana Santos Atualizado em 15 dez 2021, 14h28 - Publicado em 27 jan 2022, 09h24

Seja você iniciante ou avançado no mundo da musculação, pode desenvolver os temidos calos nas mãos. A má notícia é que não há muito o que fazer: para minar de vez o risco do problema, só parando de treinar. Mas como essa não é uma opção, aqui vai a boa notícia: é possível prevenir e tratar a questão! Entenda:

O que são os calos nas mãos causados pela musculação?

“As calosidades palmares ou plantares, os famosos calos, são uma resposta da pele a uma ação repetitiva sobre uma determinada área, fazendo com que a região fique mais grossa e algumas vezes dolorida”, explica José Roberto Fraga Filho, dermatologista, membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Diretor Clínico da clínica Dermagynus.

Sabe quando você usa um sapato apertado por muito tempo e acaba ficando com calos? A mesma coisa acontece nas mãos com o treino de força — por conta da força excessiva que temos que fazer para levantar os pesos. “Na musculação, como as mãos recebem a agressão dos aparelhos de forma constante, a pele engrossa como forma de proteção para não ferir e machucar”, complementa Natasha Crepaldi, dermatologista de Cuiabá.

Como prevenir e tratar os calos

O principal cuidado envolve o uso de luvas apropriadas para a prática. Além da utilização de lixas suaves após o banho e a aplicação de cremes hidratantes para as mãos com frequência. No que diz respeito ao tratamento, os dois médicos falam em soluções tópicas com finalidade “queratolítica”, ou seja, capazes de “derreter” o calo. “Assi, essa camada grossa de queratina que formou o calo é removida”, finaliza Natasha.

Continua após a publicidade

Publicidade