Como se livrar da “gordurinha do sutiã”

É possível, sim, acabar com aquelas saliências na região das costas, que ficam visíveis quando você veste uma blusa mais justinha ou um top de academia. Confira as dicas para se livrar das dobrinhas!

Por Maria Lúcia Zanutto Atualizado em 27 out 2016, 20h16 - Publicado em 20 nov 2014, 12h30

O segredo para acabar com a insistente gordurinha que salta quando você veste o sutiã está na combinação de uma dieta balanceada, controle hormonal e exercícios aeróbicos e de resistência muscular.

“Aulas de aeróbica e musculação para região das costas e peitoral são boas apostas para quem quer definir a região”, diz Gabriela Maia, professora da Bio Ritmo Academia, em São Paulo.

Descobrimos os melhores exercícios e alguns cuidados que você deve ter para acabar de uma vez com o problema!

Exercícios que detonam a gordura localizada 

Aposte em modalidades que, juntas, fazem com que o gasto calórico seja maior. Pode ser uma combinação de 20 minutos de aeróbico – como remo, esteira ou transport – e, logo após, um treino de musculação específico para os músculos peitorais e dorsais como:

Crucifixo reto: deitada no chão, comece o exercício com o braço estendido à frente do corpo, segurando um par de pesos. Abra os braços lentamente, levando os pesos em direção ao chão, e volte à posição inicial. Faça 3 séries de 15 repetições.

Flexão de braços: em posição de quatro apoios, com joelhos apoiados no chão e braços estendidos ao lado do peitoral, faça o movimento de descer e subir o corpo, com o cotovelo formando um ângulo de 90 graus. Faça 3 séries de 15 repetições.

Remada com peso: apoie uma mão no encosto de uma cadeira e com a outra segure um pesinho. Estenda o braço em direção ao chão e suba, flexionando o cotovelo, com a mão passando bem rente ao tronco. Lembre-se de manter o cotovelo fechado. Faça 3 séries de 15 repetições.

Problema genético

As famosas dobrinhas nas costas – acima ou abaixo do sutiã – e o acúmulo de gordura nas diferentes partes do corpo podem ser resultado de herança genética, má alimentação e também estar ligado a fatores hormonais. Por isso, para monitorar sua saúde de forma geral, é importante fazer o controle dos índices de estrogênios e de progesterona. No período da puberdade, gravidez e menopausa você pode fazer o controle por meio de exames de sangue. 

Continua após a publicidade
Publicidade