Esteira, transport, bike ou simulador de escada: qual aparelho é melhor para atingir a sua meta

Existe, sim, um equipamento na academia que é ideal para você atingir a sua meta. É só fazer a escolha certa e focar para chegar lá!

Por Deise Coelho - Atualizado em 22 out 2016, 19h19 - Publicado em 8 jul 2016, 14h59

Você provavelmente sabe que se o objetivo é perder peso e fortalecer o coração, aparelhos como simulador de escada, esteira, transport e bike – que geralmente ficam na ala de treinamento cardiorrespiratório da academia – são os mais recomendados. O que você não deve saber é que há, sim, diferença entre eles até mesmo no que se refere aos objetivos comuns. Por exemplo: se você está chegando na academia ou está muito acima do peso, melhor fazer transport do que optar pelo simulador de escadas ou pela corrida na esteira. Ronaldo Freitas, professor da academia Les Cinq Gym (SP) analisa cada um desses aparelhos, explicando o que eles têm de melhor: 


Simulador de escada

Músculos acionados: quadríceps (parte anterior de pernas) e glúteos
Calorias gastas: varia entre 350 e 500 por hora. Em termos de gasto calórico, equivale à caminhada (subir três lances de escada é o mesmo que caminhar 10 minutos).
Perfil de usuária: quem quer fortalecer pernas e bumbum e está acostumada a praticar atividades aeróbicas. Não é um exercício indicado para quem está acima de peso. “Para quem tem sobrepeso, a subida é relativamente fácil, mas na descida, coluna e joelhos são sobrecarregados”, diz Ronaldo


Esteira

Músculos acionados: mexe com um número maior de grupos musculares se comparado ao simulador de escada: pernas como um todo e core (musculatura que dá sustentação à coluna e ao quadril).
Calorias gastas: varia entre 300 e 750 em uma hora de corrida.
Perfil de usuária: quem quer melhorar o condicionamento cardiorrespiratório através da corrida e eliminar mais alguns quilinhos, mas não está com sobrepeso. Afinal, há grande impacto sobre quadril, joelhos e tornozelos. Por esse motivo também não é recomendado para quem sofre de alguma lesão crônica ou aguda nessas regiões. 


Transport

Músculos acionados: os mesmos que a esteira.
Calorias gastas: até 500 em uma hora.
Perfil de usuária: quem acabou de chegar na academia e não está acostumada a fazer exercícios, que apresenta sobrepeso (precisa perder muitos quilos) ou está voltando de alguma lesão nos joelhos. “Ainda que o movimento seja parecido com o da corrida, o impacto sobre as articulações é reduzido, tornando esse aparelho mais seguro”, indica Ronaldo.
 

Bicicleta estacionária

Músculos acionados: quadríceps, isquiotibiais (parte posterior de pernas) e gastrocnêmios (panturrilha)
Calorias gastas: entre 300 e 550. “Trabalhos científicos mostram que o gasto calórico nesse aparelho pode ser até 40% inferior do que o da corrida na esteira. Isso significa que se o objetivo é emagrecer rapidamente, esse não é o melhor exercício”, afirma Ronaldo. 
Perfil de usuária: quem acabou de chegar na academia e não está acostumada a fazer exercício ou apresenta sobrepeso. Se você se enquadra nesse perfil e não curte fazer transport, a bike será a sua melhor companheira. 

Continua após a publicidade
Publicidade