3 exercícios do pilates que aliviam dores nas costas

Boa notícia para quem sofre com os incômodos na região: com alguns movimentos poderosos você consegue viver melhor. Descubra quais são eles

Por Daniela Bernardi Atualizado em 12 ago 2021, 14h15 - Publicado em 19 ago 2021, 09h00

Fato: a dor nas costas é um mal que afeta muitas mulheres (e homens também!). Isso porque a gente passa muito tempo sentada em frente ao computador ou no trânsito, o que acaba forçando a região lombar. Mas, para a nossa sorte, é possível driblar o problema sem nenhum tipo de medicamento. Basta colocar em prática alguns movimentos do pilates que vão fortalecer o core (que engloba os músculos do abdômen, da parte de baixo das costas e dos quadris), responsável pela sustentação da coluna.

Os exercícios reforçam essa musculatura, equilibram a forças entre a parte da frente e a de trás do corpo, diminuindo o risco de dor na região. Vale ressaltar que se os sintomas persistirem você deve consultar um médico. Confira, a seguir, os movimentos para reduzir a dor lombar:

1. Hundred (Cem)
Deitada, pernas e braços estendidos, leve o queixo em direção ao peito e eleve o tronco, tirando os ombros e os braços do chão. Ao mesmo tempo, levante as pernas a 45 graus em relação ao chão (ou o suficiente para tirá-las do solo). Segure a posição e balance os braços para cima e para baixo em movimentos curtos, expirando em 5 tempos e inspirando em 5 tempos. Volte à posição inicial, abraçando os joelhos e descendo o tronco.Rodrigo Lopes Rodrigo Lopes

2. Tesoura
Deitada com os ombros fora do chão, braços ao lado do corpo sem encostar no chão, perna direita para o alto e esquerda estendida próxima ao chão. Faça dois pulsos soltando o ar, inspire e troque a posição das pernas, que devem ficar estendidas o tempo todo.

Chris Parente Chris Parente

3. Elevação pélvica
Deitada, com as pernas flexionadas, pés no chão e braços estendidos ao lado do corpo. Eleve os quadris, contraindo as coxas, os glúteos e o abdômen. Desça devagar. Faça 5 pulsos.

Fabio Heinzenreder Fabio Heinzenreder

 

Continua após a publicidade

Publicidade