Yoga para alívio dos gases; veja as melhores posturas

Os famosos gases formam-se naturalmente no corpo. Mas se em excesso, podem incomodar

Por Giovana Santos Atualizado em 4 jul 2022, 13h03 - Publicado em 1 ago 2022, 08h03

Que atire a primeira pedra qualquer yogi que nunca sentiu um “pum” escapar entre uma postura e outra. A verdade é que a prática pode ser uma grande aliada no alívio dos gases, sabia?

“A yoga faz um trabalho interno muito grande. Trabalha o funcionamento dos nossos órgãos e foca muito no centro do corpo, que é o abdômen”, explica Fátima Macedo, coordenadora do Instituto de Yoga de Belo Horizonte.

YOGA E GASES

De acordo com a instrutora, não é que a prática seja necessariamente voltada para tratar problemas de saúde. Mas ela pode nos proporcionar mais consciência corporal e benefícios físicos, fazendo com que alguns incômodos diminuam — e isso inclui não só os gases, mas também dores nas costas, de cabeça… As vantagens não acabam!

“As posturas deitadas, por exemplo, nas quais a gente traz a perna em direção à barriga, trabalham intensamente o abdômen com o intuito de fazer uma “‘limpeza’ e promover a eliminação de toxinas e gases, diminuir a retenção de líquidos, garantir um melhor controle sobre a eliminação de urina [assoalho pélvico] e amenizar a prisão de ventre”, diz Fátima Macedo.

A respiração, que também é muito valorizada na yoga, também ajuda na questão dos gases. Isso porque os movimentos massageiam a região da barriga. “Vale lembrar que esses sintomas, muitas vezes, significam algo que vai além do físico (como estresse)”, lembra a profissional. E nem precisamos falar do papel da prática no alívio da ansiedade, não é mesmo?

EXEMPLOS DE POSTURAS DE YOGA QUE ALIVIAM OS GASES

Como já explicado por Fatima, as mais fáceis são aquelas feitas deitadas no chão. “Elas combinam o trabalho respiratório, a sucção abdominal e as torções, garantindo o esvaziamento da região.”

Confira alguns exemplos:

Continua após a publicidade

1

PAWANMUKTASANA OU APANASANA (POSTURA DE ALÍVIO DO VENTO)

postura de yoga para gases
Miriam Alonso/Pexels
  • Comece deitada, de barriga para cima;
  • Coloque as palmas das mãos no chão ao seu lado e traga ambas as pernas até o peito. Junte as mãos ao redor das canelas, tornozelos ou pés (dependendo da flexibilidade) e encoste o queixo no peito;
  • Pressione a lombar em direção ao chão enquanto puxa suavemente as pernas para aproximar os joelhos do peito;
  • Você deve sentir um alongamento suave nas costas e nas laterais. Segure por quatro a oito respirações ou por 30 segundos.
2

MALASANA (POSTURA DA GURILANDA)

postura de yoga para gases
Marta Wave/Pexels
  • Comece em pé em Tadasana (postura da montanha) com os pés abertos na largura do quadril;
  • Vire os dedos dos pés ligeiramente para fora;
  • Dobre os joelhos, permitindo que seus quadris desçam em direção ao tapete entre os calcanhares;
  • Mantenha o peso nos calcanhares, idealmente apoiados no chão;
  • Junte as palmas das mãos à frente do coração, pressionando suavemente os cotovelos contra os joelhos;
  • Mantenha os ombros alinhados com o quadril, pernas ligeiramente encaixadas e o esterno se afastando do umbigo;
  • Segure e respire por três a cinco respirações;
  • Para sair da postura, leve as mãos ao tapete, vire o dedo do pé para a frente enquanto estica as pernas.
3

SUPTA MATSYENDRASANA

  • Deite com a barriga para cima. Expire e pressione suavemente a parte inferior das costas no chão;
  • Contraia os músculos abdominais. Em seguida, inspire e dobre os joelhos enquanto levanta os pés do chão;
  • Estique os braços de modo a formar uma linha reta com os ombros. Posicione as palmas das mãos voltadas para baixo. Enquanto você faz isso, junte os joelhos e os pés;
  • Inspire e levante os pés um pouco acima dos joelhos;
  • Expire e abaixe as pernas para a esquerda do chão, certificando-se de que seus joelhos e pés estejam alinhados. Você também deve se certificar de que os joelhos devem estar na altura do quadril e os calcanhares devem estar a 30 centímetros de distância das nádegas;
  • Respire lenta e profundamente enquanto vira suavemente a cabeça para a direita. Mantenha a postura por cerca de 30 a 60 segundos.
  • Para liberar a postura, pressione as mãos no chão e contraia os músculos do abdômen. Inspire e levante o peito e os joelhos sobre o peito. Segure seus joelhos;
  • Expire. Puxe as coxas até o peito e levante a cabeça e o peito até as coxas. Certifique-se de não erguer os ombros ao levantar a cabeça;
  • Abaixe os ombros e a cabeça no chão e contraia os músculos abdominais. Em seguida, estique os braços novamente e repita a torção do outro lado.
Continua após a publicidade

Publicidade