6 medidas realmente eficazes para se livrar de soluços

Afaste o incômodo de uma vez por todas com nossas dicas

Por Caroline Randmer (colaboradora) Atualizado em 9 jan 2018, 17h47 - Publicado em 29 dez 2017, 09h48

É difícil encontrar algo mais irritante que os soluços, resultado de uma contração involuntária do diafragma. “O nervo frênico, localizado no pescoço, é responsável por sincronizar a inspiração e a expiração, expandindo e contraindo o tórax e os pulmões através do diafragma. Quando esse músculo é acionado de maneira descoordenada e fora do ritmo da respiração, o soluço aparece”, explica Fausto Nakandakari, otorrinolaringologista do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

O espasmo ocasiona o fechamento da glote – uma pequena abertura na laringe – o que prejudica a passagem de ar para os pulmões, resultando naquele som alto que todas nós conhecemos.

Mas qual a causa dessas contrações involuntárias? Elas podem acontecer por diversos motivos, entre eles a dilatação do estômago por excesso de comida, a ingestão de bebidas gaseificadas, o consumo de bebidas alcoólicas, a deficiência de cálcio e potássio, o stress, o refluxo e as inflamações respiratórias.

  • Apesar de chatos, os soluços não requerem uma intervenção médica logo de cara. Em vez disso, você pode colocar em prática algumas medidas caseiras capazes tanto de acelerar a frequência respiratória e ressincronizar o funcionamento do diafragma com a respiração quanto de relaxar o músculo.

    1. Beber água de ponta cabeça
    2. Engolir um pedaço médio de miolo de pão
    3. Prender a respiração
    4. Ingerir uma colher de sopa de açúcar
    5. Cutucar (delicadamente) a úvula com a ajuda de uma colher ou escova de dente
    6. Levar um susto

    Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

    Se o problema persistir por mais de três horas seguidas, é preciso examinar seu caso, pois os soluços persistentes podem ser sinal de complicações mais sérias.

    Continua após a publicidade
    Publicidade