Como marcar consultas médicas e fazer exames sem gastar muito

Preste atenção no plano de saúde escolhido e nos prestadores de serviço que você escolhe - várias clínicas oferem preços populares

Por Daniel Navas (colaborador) Atualizado em 9 jan 2018, 18h41 - Publicado em 17 dez 2017, 08h00

Dermatologista, ginecologista, nutricionista, clínico geral… Os gastos com saúde são constantes e têm aumentado muito! De acordo com a Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), pagamos, em média, 47,8% a mais com bens e serviços do setor do que há cinco anos. Saiba evitar que sua conta bancária fique febril*.

Leia mais: Entenda por que é normal ter mais dor de cabeça no verão

1. Clínicas populares (como MinutoMED e Dr. Consulta) são boas alternativas para quem quer ser atendida sem depender de convênio. Em alguns locais, você agenda antes; em outros,
 é só chegar. Mas atenção: muitas vezes, os exames elevam o custo final, por isso informe-se antes de realizar qualquer procedimento.

2. Só vá ao pronto-socorro em situações de emergência para não perder o controle da conta, que tende a ser mais alta.

3. Se for fechar um plano de saúde, procure empresas que sejam especializadas no seu perfil. Também vale olhar o valor do reembolso, caso você se consulte com algum médico que não seja conveniado.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

*As dicas são de Neusa Pellizer, gerente da Associação Brasileira dos Empregados em Telecomunicações (Abet), e do economista Rafael Morgado, sócio-diretor da plataforma digital Consulta do Bem, que encontra especialistas perto de você – e com até 75% de desconto!

Continua após a publicidade
Publicidade