Expor-se ao sol pode reduzir risco de miopia, aponta pesquisa

Estudo britânico aponta que exposição solar na juventude diminui a probabilidade de ter o problema ocular no futuro

Por Redação Boa Forma Atualizado em 28 abr 2017, 18h14 - Publicado em 2 dez 2016, 17h36

Abusar do sol é mesmo um problema (alô, câncer de pele!). Mas, na medida certa, os raios solares fazem muito bem à saúde. Além de garantir as doses necessárias de vitamina D, a exposição a essa luz também pode ajudar a prevenir que a miopia surja lá na frente. Pelo menos foi o que constataram pesquisadores da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, na Inglaterra, em um estudo publicado no dia 1º de dezembro na revista científica JAMA Ophthalmology.

Os cientistas ingleses analisaram dados de pessoas com 65 anos de idade ou mais que participaram de levantamentos de seis centros de pesquisa europeus. Após a avaliação dos resultados de exames oftalmológicos, testes sanguíneos e entrevistas feitas por meio de questionários, foram selecionados 371 voluntários que tinham miopia e 2 797 que não apresentavam dificuldade de enxergar à distância.

Leia mais: 5 de 10 filtros solares não têm o FPS do rótulo, conclui Proteste

Os pesquisadores concluíram, entre outras coisas, que a maior exposição aos raios UVB entre os 14 e os 19 anos de idade e os 20 e os 39 anos fez com que os homens e mulheres se tornassem menos propensos a desenvolver o problema ocular na terceira idade.

Escolaridade

Outro achado dos pesquisadores britânicos é algo que trabalhos anteriores já haviam mostrado: pessoas que têm maior nível de escolaridade se mostram mais propensas a se tornar míopes. Por quê? Os mecanismos ainda não estão claros, mas uma possível explicação é que, ao passar muito tempo estudando (geralmente em ambientes fechados), as pessoas não têm acesso à luz solar. Em todo caso, segundo os cientistas ingleses, ainda é preciso investigar mais a fundo o elo entre a radiação UVB, a educação e a miopia.

Continua após a publicidade

Publicidade