Menstruação e atividade física: dá para treinar naqueles dias?

Fazer exercício, trabalhar e passear quando se está menstruada pode ser um problema para quem tem cólica, dor de cabeça e outros transtornos. É o seu caso? Veja como driblar esses incômodos e seguir o treino normalmente

A menstruação costuma ser complicada para grande parte das mulheres. Principalmente se elas são atletas ou malham com frequência. As principais reclamações são: desânimo para malhar, cólica e medo de o absorvente marcar as roupas ou o sangue vazar. E os problemas não param por aí: elas ainda são vítimas em potencial de anemia, provocada pela falta de ferro no organismo, já que a menstruação leva embora um grande número de hemácias, glóbulos vermelhos do sangue, ricos nesse mineral. Então, o que fazer para manter a rotina de treinos?

“Por mais que a mulher fique com os hormônios à flor da pele, é importante que ela continue fazendo exercícios. A atividade física libera endorfina, o que traz a sensação de bem-estar e tranquilidade”, revela a ginecologista Luciana Taliberti, de São Paulo. 

Em relação aos minerais perdidos, a especialista afirma que existem várias formas de suprir essa carência. “Você pode repor com suplementação balanceada ou apostando em alimentos ricos em ferro, como por exemplo, carne vermelha, folhas verdes escuras, grão-de-bico, lentilha e feijão”.

“A menstruação é um período muito emocional. A mulher fica se sentindo inchada, mais pesada e, consequentemente, fica deprimida. Aí, ela acaba descontando na comida. Com isso, surgem os famosos quilinhos extras. Por isso, o exercício é um grande aliado nessas situações. Existe uma forte tendência em parar de menstruar, mas não é pelo exercício. E, sim, para acabar com a TPM”, explica Luciana.

Se a sua desculpa para malhar naqueles dias era o medo de marcar na roupa, fique sossegada. Absorvente tradicional, interno ou até o coletor estão liberados, você só precisa encontrar o modelo mais confortável para o tipo de atividade que você vai praticar. E mais: a medicina já comprovou que na segunda metade do ciclo a produção de progesterona é maior, influenciando no metabolismo de gordura, deixando a queima mais eficaz. Ou seja: correr na TPM é sinônimo de felicidade a mais e quilos a menos. Não é o máximo?

Mulher de coragem

Essa semana, uma foto da atleta Kiran Gandhi, de 26 anos, gerou uma série de discussões na internet. A musicista, formada em Harvard, decidiu correr a Maratona de Londres, que ocorreu em abril deste ano, menstruada e sem usar absorvente. A atitude, segundo ela, aconteceu como uma forma de protesto pelas mulheres ao redor do mundo que não têm acesso aos absorventes descartáveis. Você teria essa coragem?

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s