BOA FORMA: onde você encontra respostas confiáveis sobre as suas dúvidas de bem-estar

BOA FORMA responde

Vamos atrás dos melhores especialistas para tirar suas dúvidas
Continua após publicidade

A saúde intestinal influencia na pele?

Por DANIEL CASSIANO
Atualizado em 30 jun 2022, 16h17 - Publicado em 15 jul 2022, 10h00

Sim. Nosso corpo está todo conectado; quando seu intestino está desequilibrado, muitas outras funções corporais seguem o exemplo. O funcionamento do microbioma intestinal, um conjunto de microrganismos benéficos com diversas funções, é um dos principais reguladores do eixo intestino-pele. O intestino desempenha um papel fundamental na regulação da renovação das células epiteliais, no reparo da exposição à luz UV, na hidratação da pele, no controle da velocidade de cicatrização de feridas e na influência do microbioma da pele.

Um intestino não saudável pode trazer inflamação e exacerbar condições como eczema e rosácea. Dermatite atópica, psoríase e, em alguns casos, câncer de pele também podem se desenvolver ou piorar. A acne e a caspa podem surgir devido a um bioma intestinal insalubre.

A má saúde intestinal influencia a produção de citocinas pró-inflamatórias e células que suprimem o sistema imunológico. Essas citocinas são como mensageiros de inflamação, que criam inflamação sistêmica crônica. Além disso, o microbioma intestinal desempenha um papel essencial na absorção de nutrientes. Se a absorção de nutrientes for prejudicada no nível intestinal, o reparo e a renovação de nossas células da pele sofrerão.

Estresse, alimentos processados, alto consumo de açúcar, álcool e uso excessivo de antibióticos são fatores comuns que diminuem nossas boas bactérias intestinais e contribuem para a disbiose intestinal.

Continua após a publicidade

Com relação à dieta, o que você não come é tão importante para um intestino saudável quanto o que você come. Certos alimentos e bebidas são conhecidos por causar inflamação no intestino, incluindo carboidratos simples, de alto índice glicêmico, doces, ultraprocessados, soja, adoçantes artificiais e álcool, então você deve limitar a ingestão.

Por outro lado, existem aminoácidos que melhoraram a saúde do revestimento intestinal e, portanto, o microbioma intestinal. Esses aminoácidos, incluindo arginina, glicina, glutamato de cisteína e glutamina, podem ser encontrados em suplementos de proteínas e em uma dieta equilibrada. Inclua também mais frutas e vegetais ricos em fibras, grãos integrais, legumes e alimentos fermentados em sua dieta.

Respondido por:

DR. DANIEL CASSIANO: Dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

Continua após a publicidade
Publicidade