mindfulness Tudo sobre Mindfulness, por Luiza Bittencourt

5 Dicas preciosas de Mindful Eating e Mindfulness para o fim de ano

No jantar de Natal, no bar com os amigos, na viagem de férias... é possível praticar Mindfulness e se proporcionar mais bem-estar

Por Luiza Bittencourt Atualizado em 8 dez 2021, 12h53 - Publicado em 20 dez 2021, 12h46

Fim de ano é sempre correria, milhões de compromissos, fazendo uma coisa pensando em outra que também tem que fazer, você querendo dar conta de tudo que não resolveu o ano todo, muitas vezes comendo suas emoções e fazendo dietas para atingir o tão sofrido “projeto verão”.

Separei algumas dicas simples e rápidas para usar todos os dias, em qualquer lugar. No jantar de Natal, no bar com os amigos, na viagem de férias… é possível praticar Mindfulness e Mindful Eating, cuidar da sua saúde física e mental e se proporcionar mais bem-estar.

1

PAUSE. Sei que parece impossível no meio dessa correria toda, mas é NECESSÁRIO justamente por isso. Pause por poucos segundos, pelo menos 3x ao dia, não precisa ser muito. 10 segundos, 30? Tá ótimo. Coloque uma mão no abdômen e outra no peito (feche os olhos se quiser) e sinta por alguns segundos a sua respiração. Pode respirar fundo se quiser. Isso ativa seu sistema parassimpático e traz uma sensação de relaxamento e presença. Assim você retoma suas atividades com mais qualidade.

2

Acaba comendo e bebendo em excesso e depois se culpa por isso? Algumas dicas simples de Mindful Eating: repouse os talheres ou a comida que está na sua mão. Ficar com a comida ou talheres na mão, já esperando outra mordida ou fazendo outra garfada é uma manifestação de ansiedade. Solte e mastigue mais vezes, com mais calma. Quando engolir, aí sim você prepara outra garfada. O corpo precisa de uns 15 minutos para que corpo e mente conversem e você receba um sinal de saciedade. Se dê esse tempo usando essa dica.

Continua após a publicidade

3

Muitas vezes repetimos o prato porque não sentimos direito o sabor. A sua SATISFAÇÃO não foi resolvida e isso tem a ver com sua língua, suas papilas gustativas. Se você come rápido ou de forma desatenta, a língua não aproveita a festa. Vai comer algo que ama? Olhe, cheire, curta o sabor! Assim, vai perceber que não precisa de uma quantidade enorme para se satisfazer (todos meus alunos ficam impressionados quando descobrem isso na prática, é muito libertador)

4

Pare de falar que o ano foi ruim. Todo ano as pessoas falam que foi o pior ano, já percebeu? A vida não é um bloco: da semana, do ano, do dia. Tem sempre coisas boas e coisas desafiadoras acontecendo, onde você coloca a lente de aumento? Pare de reclamar e se vitimizar. Algo muito legal é praticar a GRATIDÃO. O que você conquistou esse ano? Você curte as pequenas grandes coisas do seu dia? Faça um diário ou potinho da gratidão (aliás, ótima prática em família) e relembre tudo de incrível que você já possui na sua vida.

5

Não espere o ano novo para transformar o que deseja transformar. Se alimentar melhor, se cuidar mais, começar um exercício físico, meditar…. a vida é de momento a momento! Comece agora com um mini hábito (EX: meditar 5 minutos por dia). Assim, você para com a autossabotagem e procrastinação. Não se deixe para depois.
Um fim de ano e um início de 2022 cheio de leveza, presença, autocompaixão e amor pra gente!

Continua após a publicidade

Publicidade