mindfulness Tudo sobre Mindfulness, por Luiza Bittencourt

MINDFULNESS E AUTOCOMPAIXÃO

Você cuida mais dos outros do que de si mesma?

Por Luiza Bittencourt Atualizado em 10 fev 2022, 15h18 - Publicado em 13 fev 2022, 15h16

Você cuida mais dos outros do que de si mesma? Trata os outros com amorosidade e paciência, mas quando é com você mesma é só no “chicotinho” e na hostilidade? Como você se trata no dia a dia? Essa é uma reflexão importante. Muitas vezes estamos em um relacionamento tóxico com nós mesmas. Muitas vezes somos nossa pior inimiga.

Autocompaixão não é sobre ter pena de si ou ser egoísta, é apenas sobre se tratar da forma que você trata as pessoas que ama, que são importantes para você. É sobre se cuidar e também sobre se deixar em paz um pouquinho.

Ainda mais mulheres. Queremos ser heroínas multitarefas (muitas mulheres falam isso com orgulho, mas é apenas muito desgastante) e isso só acaba com a nossa energia e saúde mental. Nos cobramos em excesso, buscamos perfeição (e isso não existe), não nos damos uma trégua. Tem que cuidar da casa, dos filhos, ser super ativa, treinar, ser super produtiva no trabalho…

Na lista de prioridades do dia, geralmente ficamos por último. Mas lembre-se da máscara de oxigênio do avião. Quando ela cai, tem que colocar em quem primeiro? Sim, em VOCÊ mesma. Depois ajudar os outros. E não o contrário! Na vida, fazemos errado. Cuidamos de tudo primeiro e ficamos por último. Se você não colocar a máscara de oxigênio em você, não dará conta de ajudar os outros, não dará conta de todos os afazeres e responsabilidades. Uma hora você vai pifar. Vai ter uma depressão, uma crise de ansiedade, vai ficar doente, um burnout, etc.

A autocompaixão é algo muito lindo que vem com a nossa prática diária de Mindfulness. Você entende que se cuidar não é perda de tempo, não sente culpa por isso, aprende a se tratar melhor, com mais amor e carinho, e a se valorizar mais. A se dar parabéns, porque você está dando conta, SIM. De repente não de acordo com as suas expectativas, mas tudo bem. Expectativas são expectativas, deixe-as de lado. Só nos fazem sofrer. Você deu o seu melhor no momento, com o que foi possível. Em vez de se criticar dizendo que deveria ter feito mais, de uma batidinha no seu ombro e se parabenize.

Não cobre tanto do seu corpo, ele também está dando o seu melhor. Essa máquina incrível, perfeitamente imperfeita, que faz tanto por você todos os dias. Em vez de só criticar seu corpo, agradeça por tudo que ele te permite fazer, pela sua saúde, por estar aqui viva nesse momento.

Vamos começar a investir no relacionamento mais importante das nossas vidas? Comece agora.

Continua após a publicidade

Publicidade