As melhores opções de gorduras boas para colocar no prato

Saiba quais alimentos estão liberados para o consumo diário

Por Caroline Randmer - Atualizado em 2 jan 2017, 23h13 - Publicado em 29 dez 2016, 08h00

É só falar em gordura que já imaginamos aquela porção de fritura inimiga da dieta. Acontece que nem toda gordura é igual – ou, mais importante ainda, ruim.

Aliás, muitas delas são boas e devem ser incluídas no menu por quem deseja levar uma vida saudável e, inclusive, emagrecer. “As gorduras boas são as que chamamos de insaturadas, provenientes da natureza”, esclarece Arthur Pagliara, cardiologista, em São Paulo.

O macronutriente encontrado em produtos de origem vegetal e em algumas carnes está mais do que liberado. As gorduras trazem uma série de benefícios ao organismo, como a redução do colesterol ruim, o LDL, a regulação dos níveis de insulina e a diminuição da pressão arterial. “Calcula-se que o consumo desse tipo de gordura deve compor aproximadamente 30% da alimentação diária”, recomenda o médico. Veja abaixo as principais fontes dessas gorduras.

Abacate
A fruta é uma ótima opção para quem quer um gostinho a mais no pão, na salada ou na vitamina. Mas fique atenta às calorias: ½ abacate ao dia é uma medida segura para não atrapalhar o #projetoverão.

Oleaginosas
As nuts são ricas em ômega-3, em especial as nozes. Se elas não são a sua preferida, saiba que a castanha de caju, a castanha do Pará, a amêndoa e o pistache também dão conta do recado.

Continua após a publicidade

Peixes
Salmão, atum, sardinha e truta também contêm boas doses de ômega-3. Delicie-se com duas postas assadas por semana.

Leia mais: Benefícios do abacate que você precisa conhecer

Linhaça
Mais um integrante do time do ômega-3. Salpique um pouco em cima do iogurte, da salada ou do smoothie e aproveite, além da gordura boa, toda a proteína disponível na semente.

Azeite
Se você não usa esse óleo na cozinha, está na hora de experimentar. Vale adicionar a todo tipo de preparo: cozidos, assados, grelhados e, inclusive, pratos frios. Mas, por conta do alto valor calórico, limite-se a uma colher de chá por dia.

Chia
Cheias de ômega-3, fibras, proteínas, minerais e antioxidantes, não é surpresa a semente ter recebido a fama de superalimento. Adicione um punhado à salada, ao suco, à tapioca, ao iogurte… Enfim, ao que você quiser, afinal, ela é superversátil.

Chocolate amargo
Além de gorduras boas ele contém uma série de vitaminas e minerais. E como ninguém precisa de sugestões de como consumir chocolate, saboreie logo um tablete pequeno para deixar o seu dia mais gostoso.

Continua após a publicidade
Publicidade