“Só me incomodei com meu peso quando não me reconheci no espelho”

Para deixar a compulsão, a produtora Carla Bal aprendeu a pensar antes de comer. Em 6 meses, perdeu 27 kg com crossfit e um desafio proposto pela BOA FORMA

“As pessoas me perguntavam quando eu começaria a dieta para meu casamento. Na verdade, organizar a festa, que aconteceu no mês passado [outubro de 2017], só me deixou mais ansiosa. E stress e pressão sempre atrapalharam meus planos de comer bem. Quando me mudei para São Paulo, em 2011, trabalhava com produção de moda, estava frequentemente na rua, indo de loja em loja, e acabava devorando um beirute no meio da tarde, mesmo tendo almoçado bastante.

Leia mais: 3 motivos inéditos para você começar a meditar

Hoje, sei que eram essas escapadas que me sabotavam, porque sempre gostei de salada, legumes e frutas. O problema estava no intervalo entre o almoço e o jantar, quando perdia o controle e terminava com um pacote de biscoito. Algumas pessoas próximas diziam coisas horríveis sobre meu peso (até ouvi que, por eu ser gorda, entenderiam se meu namorado me traísse!).

Um dia, vendo meu rosto super-redondo no espelho, não me reconheci. Pela primeira vez, decidi emagrecer: reduzi a quantidade de comida, comecei a correr e perdi 20 quilos. Em vez de descer até a padaria, passei a ter na gaveta do trabalho barrinhas de cereal e bisnaguinhas com requeijão. Sabia que não era o ideal, mas pelo menos conseguia reduzir a compulsão. O foco nessa rotina saudável acabou quando viajei para a Itália. Comi tudo o que podia, parei de correr e recuperei o peso antigo. Um motivo? Não teve. Apenas relaxei.

Confira: “Depois da cadeira de rodas, hoje celebro a vida correndo”

Em maio deste ano, fui convidada pela BF para participar de um projeto em parceria com o boxe Crossfit Mansion, em São Paulo: treinar quatro vezes na semana e encarar uma reeducação alimentar. Como adoro desafios, logo aceitei e coloquei como meta baixar 10 quilos. Desta vez com orientação, as trocas no cardápio ficaram mais inteligentes.

Aproveito o domingo para comprar ingredientes orgânicos e preparar as refeições da semana: sopa, homus, quinua, abobrinha, espinafre, tâmara recheada com coco, lentilha… As opções são mais limitadas porque parei de comer carne há dois anos. Crossfiteira e vegetariana? Sim! Meus exames de sangue são excelentes e o nutrólogo garantiu que verduras e legumes dão o aporte necessário de proteína para formar massa magra.

Fique por dentro: “Quando perdi um dos meus bebês, parei de olhar pra mim”

Passei a sair de casa com minhas marmitas na bolsa. Agora penso: quero comer porque preciso ou será que estou apenas ansiosa? Tenho um lado que diz para curtir a vida sem encanar com o corpo, mas precisei fazer algumas restrições para secar. A bebida alcoólica ficou fora das happy hours e até troquei o pão por frutas no café da manhã.

Carla Bal Top, R$ 110, e legging, R$ 180, ambos Vestem; tênis, Nike, R$ 430

Top, R$ 110, e legging, R$ 180, ambos Vestem; tênis, Nike, R$ 430 (Eduardo Svezia/BOA FORMA)

Consegui lidar bem com a nova dieta. Meu maior desafio estava no crossfit. Sedentária havia anos, não tinha fôlego nem para correr 5K. Que dirá para fazer burpees e levantar barras! Nos primeiros meses, senti dor no corpo todos os dias – como cada treino propõe exercícios diferentes, a superação tem que ser constante. Comecei devagar, usando apenas o cano de PVC ou fazendo os movimentos adaptados. Ao final dos três meses, emagreci 15 quilos. Me animei e continuei na modalidade. De lá para cá, totalizei menos 27!

Hábitos saudáveis atraem boas escolhas, né? Parei de fumar (um mês sem cigarro!) e comprei uma bike para me locomover. É engraçado, mas se exercitar faz com que a gente se sinta com mais energia. Estou até mais disposta para as tarefas cotidianas. Me olho no espelho e me acho bonita. Tenho orgulho do meu novo manequim, 38 (antes, era 50), mas o que me dá mais amor-próprio é pensar nos desafios que superei.”

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

Receita veggie da Carla

Ingredientes:

 • 1 cebola
• 3 dentes de alho
• 1 xíc. (chá) de quinua
• 1 xíc. (chá) de lentilha rosina
• 2 abobrinhas picadas
• 1 maço de espinafre picado

Modo de preparo:

Refogue a cebola. Depois, coloque tudo na panela e deixe cozinhar com a tampa. Pronto! O sabor fica bem de prato caseiro e não é preciso esquentar antes de comer.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s