Está tristinha? Então você precisa ler isto

É importante você identificar: a depressão é coisa séria e precisa ser tratada da maneira certa para que o mau tempo, com chuvas e trovoadas, dê lugar ao sol

Talvez não passe de uma fase ruim, de uma tristeza com data e hora para ir embora, como aquela que chega coma TPM. Mas, se o desânimo persistir, pode ser depressão. Essa doença, que impede você de curtir a vida, já atingemais de 350 milhões de pessoas no mundo e tende a superar qualquer outra em número de casos até 2030, segundo a Organização Mundial da Saúde. “O principal vilão é a vida moderna, que exige uma carga maior detrabalho e um tempo menor de lazer”, afirma o psiquiatra Daniel Sócrates, de São Paulo. Ainda assim, ela é cercadade vergonha e desinformação, o que atrapalha o diagnóstico e o tratamento adequado. Por isso, saber um poucomais sobre a doença é a melhor maneira de mantê-la a distância e ficar numa boa.

Veja também: Teste: é tristeza ou depressão?

Entenda os sinais
Falta de vontade de realizar atividades que antes traziam prazer, crises de choro, dificuldade de concentração e cansaço extremo são sintomas que, quandose prolongam por dois meses ou mais, merecem atenção. Fome maior ou menor do que o habitual também devem ser interpretadas como um alerta.

Procure ajuda
Consultar um psicólogo ou psiquiatra é o caminho certo para chegar ao diagnóstico e definir o tratamento, que combina terapia e medicamentos– eles atuam no equilíbrio dos neurotransmissores, as substâncias que fazem a comunicação entreas células nervosas.

Faça sua parte
A depressão tem cura e, quando o tratamento é seguido corretamente, o uso de antidepressivos pode ser dispensado depois de algum tempo. “Mas é preciso compreender e modificar de modo permanente os hábitos e os comportamentos que desencadearam a doença”, diz Daniel. Fazer exercícios regularmente é medida obrigatória. “As atividades aeróbicas moderadas e intensas são as melhores para liberar a serotonina e a endorfina, que respondem pela sensação de prazer e bem-estar”, completa o psiquiatra. Está aí mais um motivo para você aderir a uma vida mais ativa.

Derrube os mitos
Depressão é mais do que aquelatristeza após terminar um relacionamento, ser demitida ou perder alguém querido. Mas essas situações funcionam como gatilho para a doença, que apresenta componente genético e tem relação com o desequilíbrio de substâncias químicas no cérebro, como a serotonina.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s