Viciada em exercício, ela deixou rotina fitness em prol da saúde

Os treinos da americana @barbellkell_fbg se tornaram tão intensos que o médico chegou a suspeitar que ela tivesse câncer

Overtraining é papo sério: em excesso, a atividade física pode levar a episódios de fraqueza, lesões, dores e até problemas graves de saúde. Duvida? A fit girl Anna Victoria – que fez barulho recentemente ao mostrar que a barriga chapada do Instagram pode ser apenas um truque – compartilhou, no último dia 21 de março, um triste depoimento que alerta para os riscos de exagerar na malhação.

O relato é da @barbellkell_fbg, que mostrou uma foto de “antes e depois” um tanto diferente: no clique mais antigo, um corpo trincado; no mais recente, um shape forte e saudável, mas com menos músculos à mostra. Em seu texto, ela conta que a foto da esquerda é de um ano e meio atrás, quando enfrentava um desafio de 10 semanas com uma dieta super-restritiva e dois treinos por dia, cinco vezes por semana. “Eu tinha o meu trabalho normal e essa rotina, que também era um trabalho em tempo integral”, confessou.

Entenda: Os 10 erros mais comuns na academia

View this post on Instagram

This is not your typical transformation, and no, the photos are not reversed. Left is before and right is after 💗 Please read what @barbellkell_fbg has to say: ••• "Not the typical transformation pic. Left is a year and a half ago – strict macro counting (down to gum, vitamins, cough drops, etc.) Both cardio and strength training 5x a week including two-a-days, strict coaching to the point we were shamed, zero balance, zero living, zero sustainability – I had my full time job and this, which was another full time job basically. By the last week of the 10 week plan, I could barely lift my feet to run on the treadmill because I had zero energy. I had my check up blood work done and my white blood cells were so low the doctor wanted to test me for cancer. CANCER. I promised him it was from my extreme eating habits and carb cycling and begged him to just do another blood test in one month. Instead of reverse dieting like I was supposed to, I had to just eat to survive. I did, my white count went back to normal, and I gained fat. While I was never overweight, I was now depressed and unmotivated. This left pic version of me was NOT healthy at all but hey, I had abs. I lost my cellulite. I had a flat stomach. But with my health suffering, I had to go back to "normal." The right is today. I eat what I want in moderation but still stay as healthy as I can. I do FBG workouts, with a supportive coach @annavictoria and community. I live. I eat. I drink. I enjoy holidays, parties, outings. I am strong. Here's the biggest thing – I deleted this pic on the left forever, or so I thought. I never wanted to see it again because I've thought about it everyday since I took that pic. It made me sad, depressed, feel bad about myself that I no longer look that way. I found that pic today, hidden in an email to myself from way back. Today is the first day in a year and a half that I can look at that pic and say, "Damn, I love myself NOW." I feel good. I am strong. I am happy. And that is something I NEVER thought I'd say when looking back at this pic." . This. This is what FBG is about. Living a healthy life while still LIVING life. ❤️ #fbggirls www.annavictoria.com/guides

A post shared by Anna Victoria (@annavictoria) on

Na décima semana, os gominhos da barriga até estavam lá, mas @barbellkell_fbg mal conseguia andar e tinha zero energia. “Fiz exame de sangue e minhas células brancas estavam tão baixas que meu médico queria ver se eu tinha câncer. CÂNCER. Prometi para ele que o quadro era decorrente dos meus hábitos alimentares extremos e implorei para fazer o teste de novo dali a um mês”, lembra.

Leia mais: Elas provam que você não deve invejar o corpo de outras mulheres

Nesse tempo, ela iria tentar comer o suficiente para se manter em pé, mas conseguiu recuperar a saúde. “Apesar de nunca ter ficado obesa, eu estava depressiva e desmotivada. A foto da esquerda NÃO era saudável, mas, olha, eu tinha quadradinhos. Perdi minha celulite. Fiquei com a barriga chapada. Mas com meu corpo em risco, tive que voltar ao ‘normal’”, afirma.

Hoje, ela diz que está em sua melhor forma: come com moderação o que tem vontade e ainda malha. “Eu vivo. Como. Bebo. Aproveito feriados, festas e saídas. Sou forte”, garante . E nós não temos dúvida disso ❤

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s