Ioga altera a forma como os genes reagem ao stress, aponta estudo

A meditação feita durante o exercício ajuda a mandar embora a irritação e ainda reduz a ansiedade

Por Daniela Bernardi e Fernando Barros Atualizado em 8 ago 2017, 19h35 - Publicado em 10 jun 2017, 08h00

Pense em três atividades para relaxar. Com certeza, a ioga foi uma delas. A meditação feita durante o exercício ajuda a mandar embora a irritação e ainda reduz a ansiedade.

Leia mais: Ioga e meditação promovem efeito duradouro no alívio do stress

Mas parece que a prática também alteraria a forma como nossos genes reagem à inflamação, em especial aquela gerada pelo stress crônico, segundo um estudo australiano publicado na revista científica Cogent Psychology. “Apesar de o DNA não mudar, algumas ações podem ser ativadas de acordo com os estímulos externos”, afirma Cesar Deveza, médico colaborador do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo.

  • Publicidade