Ioga altera a forma como os genes reagem ao stress, aponta estudo

A meditação feita durante o exercício ajuda a mandar embora a irritação e ainda reduz a ansiedade

Por Daniela Bernardi e Fernando Barros - Atualizado em 8 ago 2017, 19h35 - Publicado em 10 jun 2017, 08h00

Pense em três atividades para relaxar. Com certeza, a ioga foi uma delas. A meditação feita durante o exercício ajuda a mandar embora a irritação e ainda reduz a ansiedade.

Leia mais: Ioga e meditação promovem efeito duradouro no alívio do stress

Mas parece que a prática também alteraria a forma como nossos genes reagem à inflamação, em especial aquela gerada pelo stress crônico, segundo um estudo australiano publicado na revista científica Cogent Psychology. “Apesar de o DNA não mudar, algumas ações podem ser ativadas de acordo com os estímulos externos”, afirma Cesar Deveza, médico colaborador do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Publicidade