Nova aula Holos50 queima até mil calorias com ioga e lutas

Paulo Junqueira, criador do superioga, desenvolveu a modalidade que fortalece o abdômen, detona as gorduras e ainda conecta mente e corpo

Para queimar mil calorias em menos de uma hora você não precisa fazer centenas de burpees e agachamentos. A Holos50, nova aula desenvolvida por Paulo Junqueira (também criador da superioga), usa a respiração para conectar mente e corpo durante uma sessão intensa que combina ginástica, lutas e ioga. “Inspirar e expirar pelo nariz garante que sua cabeça não vá para longe da aula. Você se concentra nos exercícios e acaba fazendo com que eles sejam ainda mais eficientes”, diz o educador físico, que também é mestre de lutas marciais e de ioga.

O nome da nova aula vem exatamente desse princípio holístico que ela carrega. “Inclusive, a música é usada para que as alunas relembrem bons momentos.” Por isso, a trilha sonora vai dos sucessos da década de 80 aos hits da emissora de rádio Alpha FM, o que é ótimo para deixar a atividade ainda mais lúdica – daquelas que você nem sente que está malhando!

Veja maisPlaylist para treinar superioga

1ª etapa – condicionamento físico + força

Nos primeiros quinze minutos, você faz cinco exercícios funcionais – como agachamentos, flexões e corrida – por um minuto cada, três vezes. Quem tiver um bom preparo físico realiza os ciclos sem descanso, o que joga o gasto calórico lá para cima. Bônus: aumenta o fôlego e trabalha a coordenação.

2ª etapa – agilidade + flexibilidade

Depois, é hora das lutas, que abrangem capoeira, taekwondo e kung fu. “Ensinamos a técnica de cada arte marcial para que a aluna aprenda a chutar, a socar e a se defender corretamente”, explica Paulo. E para executar os movimentos com perfeição, você precisa de resistência nos músculos, explosão nas pernas e nos braços, e flexibilidade nas articulações – um ótimo caminho para secar e definir.

3ª etapa – equilíbrio + resistência

Para fechar a aula, uma combinação de várias técnicas orientais e indianas (superioga, ritos tibetanos, powerioga e vinyasa) desafia o equilíbrio e a flexibilidade. O estilo de ioga mais dinâmico exige concentração máxima na respiração. Apesar de os movimentos serem fluídos, o tempo em isometria em cada postura exige bastante dos músculos de braços, core e pernas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s