“Sinto dor no quadril. O pilates é a melhor opção para tratar o problema?”

Quem responde a pergunta da leitora Beatriz Besen é o personal trainer Rafael Lund

“Com certeza é uma delas, mas não a única. Na maioria dos casos, esse incômodo está relacionado ao excesso de impacto (quando a musculatura não sustenta a articulação). Por isso, tanto o pilates como os treinos de força tradicionais são boas opções. Ainda que ambos trabalhem glúteos e rotadores externos, o pilates ganha ponto extra por também melhorar a flexibilidade da região frontal do quadril.

No fim, a escolha depende do seu gosto, desde que você pratique a modalidade de duas a três vezes na semana. Só fique atenta aos estúdios de pilates que oferecem aulas em grupo, o que acaba dificultando um direcionamento mais específico ao seu problema”, responde Rafael Lund, mestre em ciência do esporte e o personal trainer de famosas como Deborah Secco e Flávia Alessandra.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s