Devo fazer cardio antes ou depois da musculação?

A dúvida é mais comum do que você imagina. Veja o que uma especialista indica!

Por Amanda Panteri Atualizado em 8 set 2021, 11h37 - Publicado em 22 set 2021, 11h35

Quando falamos em exercício físico, não é incomum o dividirmos em dois tipos: treinos de força (ou resistência) e atividades cardiorrespiratórias… E aí, aparece a dúvida: qual fazer primeiro?

O que é o cardio?

O exercício cardiorrespiratório (ou aeróbico) é nada mais, nada menos, do que toda prática de atividade física que aumenta o nosso ritmo cardíaco de forma contínua por um determinado período de tempo. Bons exemplos são caminhar, correr, nadar, pular corda, andar de bicicleta, entre outros.

Esse tipo de estímulo é especialmente importante para aquelas pessoas que buscam o emagrecimento. Isso porque além de trabalhar a sua saúde cardiovascular, o aeróbico garante altos gastos calóricos — o que consequentemente obriga nosso corpo a usar a gordura como fonte de energia.

Mas qual fazer primeiro: cardio ou musculação?

Carol Borba, educadora física com mais de 4 milhões de seguidores no Instagram, diz que a resposta varia. “Eu particularmente gosto de fazer em períodos separados: musculação pela manhã e cardio à noite.”

Mas se você não tem tempo suficiente para fazer o mesmo, não tem problema, pode fazer os dois juntos. Só precisa priorizar a atividade que traz mais resultados de acordo com o seu objetivo. “Se você busca a hipertrofia nas pernas, por exemplo, e fizer o cardio antes, ele pode atrapalhar a musculação porque você estará cansada”, diz a personal.

O contrário também é válido. Se você quer queimar muitas calorias, apostar na musculação primeiro pode te deixar sem energia suficiente para aproveitar ao máximo o cardio. Por isso, aposte na atividade que faz mais sentido para a sua meta!

Continua após a publicidade
Publicidade