Consumir whey protein afasta o risco de diabetes, conclui estudo

O suplemento ainda sacia e ajuda no ganho de músculos, mas não abuse. Os efeitos positivos dependem da quantidade adequada para seu organismo

Por Eliane Contreras Atualizado em 9 jun 2017, 18h54 - Publicado em 7 Maio 2017, 08h00

Que ele é um ótimo aliado no pós-treino você já sabe. Mas apostamos uma série de burpees que outro benefício nunca passou pela sua cabeça: o suplemento derivado do soro do leite também afasta o risco de diabetes tipo 2, principalmente quando consumido pela manhã após a atividade física, segundo um estudo recente publicado na revista Diabetes Time.

A combinação da proteína e do exercício ajudou a controlar os níveis de açúcar no sangue de pessoas obesas que tomaram um café da manhã caprichado em carboidrato após 30 minutos de caminhada. “Por ser uma fonte rica em aminoácidos, o whey estimula diretamente a secreção de insulina [responsável por jogar a glicose para dentro das células]”, esclarece o endocrinologista Ricardo Zilli, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Mas não vale virar vários scoops de uma única vez, hein? Converse com seu nutricionista para definir a quantidade ideal para você.

  • Publicidade