Tireoide: endocrinologista esclarece os maiores mitos e verdades

Na Semana Internacional da Tireoide, a médica Laura Ward esclarece dúvidas sobre hipotireoidismo, hipertireoidismo e síndrome de Hashimoto

As disfunções na tireoide são muito comuns no Brasil e atingem cerca de 15% das pessoas acima de 45 anos, de acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). Para conscientizar a população, neste Dia Internacional da Tireoide, as ações da campanha de 2018 são voltadas para esclarecer mitos e verdades sobre as doenças que acometem a glândula, como hipotireoidismo, hipertireoidismo e a síndrome de Hashimoto.

Veja também

Em uma transmissão no Facebook de BOA FORMA, na última segunda-feira (21), a endocrinologista Laura Ward, professora da Universidade de Campinas (Unicamp), respondeu a perguntas sobre a relação entre a tireoide e o peso, os sintomas das doenças e a incidência na população.

A seguir, adiantamos algumas delas:

Problemas na tireoide interferem no peso?

Verdade. “A tireoide controla o metabolismo e, consequentemente, o peso”, aponta Laura. O gasto de energia aumenta muito no caso do hipertireoidismo, que é a função exacerbada da glândula. Com isso, ocorre a perda rápida de peso. Já no caso do hipotireoidismo, quando o nível de hormônios tireoidianos diminui, o gasto energético é menor, o que pode causar o aumento de peso. “Sozinho, porém, ele não provoca a obesidade”, explica a especialista. Independentemente de qual é o seu problema, lembre-se: alimentação balanceada e atividade física são essenciais.

Tomar hormônio tireoidiano é bom para emagrecer?

Mito. Apesar de o excesso de hormônios da tireoide levar ao emagrecimento, isso não acontece de forma saudável. “Essa perda de peso é às custas de massa magra e está associada a todos os riscos da doença”, destaca Laura. Como o organismo funciona muito rapidamente, é possível ter taquicardia, diarreia, infarto, distúrbios psíquicos… “É muito perigoso tomar hormônios tireoidianos para emagrecer”.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

Só mulheres podem ter doenças na tireoide?

Mito. É mais frequente na população feminina: o hipotireoidismo, por exemplo, atinge 15% das mulheres acima dos 45 anos, contra apenas 3% dos homens, de acordo com a SBEM. “Porém, homens também podem ter as disfunções”, conclui Laura.

Confira a entrevista completa:

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s