Terapias off label para ter uma pele mais saudável e controlar o suor

Esse tipo de tratamento pode ajudar justamente quem não teve bons resultados com métodos tradicionais

Por Gislene Pereira e Marina Campos 14 abr 2018, 08h03

Nem sempre efeitos colaterais são negativos. Vira e mexe certos ativos ganham nova função e são usados de formas não convencionais – são os tratamentos off label. “São indicados quando a paciente não teve boas respostas ou não pôde se submeter aos procedimentos tradicionais”, explica o dermatologista Murilo Drummond, do Rio de Janeiro.

Aqui, duas formas inesperadas para controlar a oleosidade do cabelo ou sumir com a acne:

Pele boa com medicamento

Que tal controlar sua pressão
 arterial e, ao mesmo tempo, manter
o rosto lisinho? O medicamento espironolactona, usado para hipertensão, impede que os hormônios andrógenos entrem em contato com as glândulas sebáceas, inibindo a produção de óleo.

  • “É preciso tomar, com acompanhamento médico, um comprimido por dia por cerca de um mês e meio para notar a pele mais uniforme”, diz a dermatologista Denise Steiner, de São Paulo. O tratamento é menos agressivo que antibióticos ou o Roacutan, porém também traz alguns incômodos, como tontura e alteração no ciclo menstrual.

    Menos suor, por favor!

    Talvez você não saiba, mas o Botox é uma poderosa arma contra a transpiração em excesso. “Ele inibe a produção
do neurotransmissor que estimula as glândulas sudoríparas a produzir o fluido”, explica Denise Steiner.

    Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

    Depois de ser utilizada em tratamentos para diminuir o pinga-pinga nas mãos e nas axilas, recentemente a substância passou a ser aplicada também no couro cabeludo – diga adeus aos dias de cabelo oleoso no pós-treino! Algumas picadinhas prometem resultados que duram até 12 meses.

    Continua após a publicidade
    Publicidade